Apesar de ter paralisado diversos setores do comércio, a pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2) não conseguiu reduzir os conflitos armados pelo mundo. 

Leia também: Mil vezes menor que fio de cabelo: modelo 3D mostra a estrutura do Covid-19

Organização das Nações Unidas aproveitou o momento para impulsionar a paz
Divulgação/Flickr
Organização das Nações Unidas aproveitou o momento para impulsionar a paz

Leia também: Covid-19 mata mais jovens adultos no Brasil do que em países da Europa

Recentemente a ONU promoveu um cessar-fogo global e apenas 10 dos 43 países em guerra, segundo o Projeto de Dados sobre Localização e Eventos de Conflitos Armados, responderam ao apelo da organização. Da dezena, apenas dois mostraram pausa significativa na violência durante a pandemia de Covid-19 .  

Leia também: Lockdown em SP está sendo avaliado, diz comitê do Covid-19

As conclusões divulgadas, na quarta-feira (13), pela ONG deram um banho de água fria nas esperanças de que a pandemia de Covid-19 pudesse impulsionar iniciativas de paz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários