Na última quinta-feira (14), Andrew Cuomo, governador de Nova York, assinou uma ordem que estende a quarentena, prevista para acabar ontem, até o dia 13 de junho.

Leia também: Lockdown em SP está sendo avaliado, diz comitê do Covid-19

Andrew Cuomo%2C governador de Nova York
Flickr
Andrew Cuomo, governador de Nova York

"Todos os mecanismos de execução pelos governos estaduais ou locais continuarão em pleno vigor e vigor até 13 de junho de 2020, a menos que sejam estendidos ou alterados posteriormente por uma futura Ordem Executiva", comunicou o governador de Nova York

Leia também: Covid-19 mata mais jovens adultos no Brasil do que em países da Europa

Nova York, que foi um dos epicentros da Covid-19 , já articula um plano de reabertura do comércio e de retorno às atividades. O plano apresentado se parece com o que foi posto em prática na Argentina, onde a abertura foi local, avaliando as regiões onde a pandemia já estava sob controle.

Leia também: Sem trégua, conflitos armados seguem firmes em meio à pandemia de Covid-19

Atualmente, segundo a (Organização Mundial da Saúde), Nova York tem 343 mil casos ativos e 22.170 óbitos devido à Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários