Pessoas em Wuhan, China
Xinhua
Pessoas em Wuhan, China

Primeiro epicentro do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a cidade chinesa de  Wuhan voltou a registrar seis novos casos da doença e pretende testar todos os seus 11 milhões de habitantes.

Cada um dos treze distritos da cidade tem dez dias para preparar os testes, de acordo com uma circular municipal divulgada pelo The Paper, o centro estatal de notícias de Xangai. A detecção será feita com ácido nucleico.

Veja mais: Rússia: Porta-voz de Vladimir Putin testa positivo para Covid-19

A cidade de Wuhan permaneceu em lockdown por 76 dias, desde o final de janeiro até 8 de abril. Gravemente afetada pelo vírus, 83.000 pessoas foram infectadas. Na china. 4.633 morreram em virtude da Covid-19, segundo dados oficiais, 3.869 delas em Wuhan. A última morte causada pelo novo coronavírus no país foi registrada em abril.

Leia também: Américas ultrapassam Europa no número total de casos de Covid-19

Os testes de ácido nucleico que serão utilizados detectam o código genético do vírus, geralmente sendo mais eficazes na detecção da infecção, especialmente nos estágios iniciais, do que os testes que examinam a resposta do sistema imunolígico de um corpo, embora estes últimos sejam mais fáceis de conduzir.

    Veja Também

      Mostrar mais