Mulher usando máscara de proteção
Pixabay/Juraj Varga
Máscaras de proteção são necessárias no combate ao coronavírus

Uma empresa de Verona, no norte da Itália, lançou máscaras de proteção com o rosto de Benito Mussolini e a escrita "Camminare, costruire e, se necessario, combattere e vincere" ("Caminhar, construir e, se necessário, combater e vencer"), uma das citações mais famosas do líder fascista.

Leia também: Milão diminui isolamento social e moradores dançam nas ruas, veja

A legislação italiana considera crime a apologia ao fascismo , mas pune apenas ações voltadas a tentar reconstruir o antigo partido de Mussolini, e não quem propaga seus ideais.

"Mais uma vez, por culpa de poucos desrespeitosos, a imagem de Verona é prejudicada. É intolerável a circulação de máscaras com o rosto de Mussolini , responsável pelas leis raciais, pelo massacre de milhares de italianos em uma guerra ao lado de Hitler e pela destruição de nosso país", disse o deputado Diego Zardini, do Partido Democrático (PD), de centro-esquerda.

O parlamentar cobrou que a Justiça ordene a apreensão das máscaras e denuncie a empresa produtora por apologia ao fascismo. "É uma iniciativa injustificável que deve ser denunciada", reforçou a deputada Sara Moretto, do centrista Itália Viva (IV).

Leia também: Quarentena de 15 dias pode deixar parte da população africana sem água ou comida

Situada no Vêneto, Verona é um dos principais bastiões da extrema direita na Itália e abriga movimentos ultranacionalistas que costumam se confundir com as torcidas organizadas de seu clube mais famoso, o Hellas.

    Veja Também

      Mostrar mais