vacina
Agência Brasil
Estados Unidos buscam uma vacina contra a Covid-19

Cientistas que integram o comitê administrativo dos Estados Unidos identificam 14 vacinas para “focar no desenvolvimento”, segundo a declaração de um dos diretores do projeto à CNN International. Trata-se de um grande avanço para conter a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Os envolvidos esperam que os Estados Unidos tenham entre seis e oito vacinas para testes em seres humanos em breve. Entre os protótipos mais promissores, o governo terá o papel de facilitar a produção, organização e distribuição do medicamento.

Com vacinas contra a Covid-19, China não tem pacientes infectados para testes

A meta é que os Estados Unidos tenham 100 milhões de doses da vacina em meados de novembro, 200 milhões em dezembro e 300 milhões em janeiro de 2021, segundo a fonte da CNN International.

A expectativa de uma vacina para a Covid-19 ainda em 2020 é ousada, tendo em vista que alguns especialistas consideram que dificilmente a humanidade terá uma vacina antes do fim de 2021.

O imunologista-chefe do governo americano, Anthony Fauci, afirma que janeiro de 2021 é uma data plausível para iniciar a distribuição da vacina para o novo coronavírus, mas alerta que os pesquisadores não devem pular etapas. “Se todas as peças estiverem no lugar certo, poderemos iniciar a vacinação em janeiro”, afirmou.

Governo divulga programa de testes de Covid-19 nesta quinta (30)

Fauci já trabalhou no desenvolvimento de outras vacinas . Como ele mesmo lembra, algumas fracassaram. “Se a vacina não funcionar, não vai proteger as pessoas. Estive envolvido na produção por décadas, e nem todas funcionaram”, afirma à CNN International.

“Há a expectativa de que a vacina seja rápida, segura e efetiva. Por isso, acho que janeiro é uma data razoável, mas não posso garantir”, finalizou o imunologista.

Covid-19: Administração de Trump quer acelerar criação de vacina

O presidente dos Estados Unidos também afirma estar confiante. “Estamos muito convictos de que teremos uma vacina para o fim do ano”, disse o presidente Donald Trump para a Fox News na noite de ontem (3).

Até o momento, mais de 1 milhão de pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus nos Estados Unidos, que já causou a morte de 67 mil.

    Leia tudo sobre: Donald Trump

    Veja Também

      Mostrar mais