homem vestido de branco arrow-options
shutterstock
Papa Francisco

Durante a missa diária desta segunda-feira (20), o papa Francisco fez uma oração para que os políticos mundiais que estão lidando com os efeitos da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) foquem no bem das pessoas e de seus países.

"Rezemos hoje pelos homens e mulheres que tem a vocação política, a política é uma outra forma de caridade, para que nesse momento de pandemia busquem juntos o bem do país e não o bem de seu próprio partido", disse nas intenções da celebração.

Leia também: Papa desaconselha missas online após fim do isolamento

Essa não é a primeira vez que o Pontífice reza pelos políticos durante esse momento de crise. Em diversas orações, o líder da Igreja Católica pediu para que os governantes pensem nas pessoas após a pandemia, que não esqueçam dos mais vulneráveis e afetados pelos efeitos econômicos desse momento e rezou por famílias que "passam fome".

Durante a homilia, Francisco alertou os cristãos sobre o fato de que professar a fé "não é só cumprir os mandamentos". "Precisamos cumprir, é verdade. Mas, se você para nisso, você não é um bom cristão. Ser cristão é deixar que o Espírito entre dentro de você e te leve para onde ele quiser. Na nossa vida cristã, nós paramos tantas vezes, como Nicodemos, perante ao porquê. Não sabemos que passo dar, não sabemos como fazer ou não temos a confiança em Deus para fazer esse passo e deixar o Espírito entrar e nascer de novo", destacou durante a missa transmitida por streaming.

Leia também: Papa brinca: "Uísque é a verdadeira água benta", diz documentário

"E como se prepara alguém para nascer de novo? Com a oração. A oração é aquela que abre a porta ao Espírito e nos dá essa liberdade, essa franqueza, essa coragem do Espírito, que você nunca sabe onde te levará, mas é Espírito. Que Deus ajude a todos a estarem sempre abertos para o Espírito porque será ele quem nos levará adiante a nossa vida de serviço ao Senhor", finalizou.

    Veja Também

      Mostrar mais