Papa Francisco rezou missa de Última Ceia de Jesus
Gabriel Andrés Trujillo Escobedo
Papa Francisco rezou missa de Última Ceia de Jesus


Nesta quinta-feira, 9, o Papa Francisco prestou homenagem aos sacerdotes que morreram amparando infectados pela Covid-19 na Itália. Ele também citou médicos e enfermeiros como “santos da porta ao lado”. A fala aconteceu em missa da Última Ceia de Jesus, ocasião em que lavou os pés dos apóstolos e instituiu a Eucaristia antes de morrer.

Leia também: Papa Francisco dá bênção com crucifixo da época da peste negra

"Não posso deixar passar esta missa sem recordar os sacerdotes", disse o pontífice. “Mais de 6 padres morreram na Itália. [...] Sacerdotes que oferecem suas vidas pelo Senhor, sacerdotes que são servidores". Foram 96 mortes de sacerdotes italianos, de acordo com contagem do episcopado Avvenire.

Leia também: Papa Francisco diz que pandemia pode ser resposta da natureza

A missa aconteceu com a basílica de São Pedro vazia por conta da pandemia, mas foi transmitida. Na ocasião, o Papa relatou que sacerdotes o procuraram para informar que sofreram insultos por escândalos de abusos sexuais envolvendo a Igreja católica. "Alguns me disseram que não podem sair com o colarinho clerical porque são insultados. É preciso perdão e saber perdoar”, disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários