Durante um cruzeiro no ano passado, Salvatore Anello deixou sua neta Chloe Wiegan cair da janela, causando a morte da bebê. Ela tinha 18 meses de idade e caiu da altura de 11 andares. O avô decidiu se declarar culpado pelo acidente, após ter sido acusado de homicídio e negligência.

Leia também: Suspeitos de 12 e 14 anos assaltam e agridem motorista de aplicativo

Salvatore Anello e sua neta Chloe Wiegan
Reprodução/ YouTube
Salvatore Anello e sua neta Chloe Wiegan


Agora, alegando homicídio culposo, ele evita o júri popular e o risco de ir para a prisão. O caso é de 2019 e aconteceu após o cruzeiro ancorar em Porto Rico. Segundo o advogado da família em entrevista à ABC, "a decisão foi muito difícil". Os pais de Chloe acreditam que o navio seja o culpado pelo acidente pela falta de segurança com os passageiros. 

Leia também: Irmão de bicheiro foi assassinado após ser testemunha em investigação policial

Segundo a família, havia uma janela indevidamente aberta na área destinada para recreação infantil. O avô alega que acreditava ter vidro na parte que estava desprotegida. 

    Veja Também

      Mostrar mais