Agência Brasil

Prisioneiros ucranianos
Reprodução
Cerca de 76 prisioneiros foram libertados pelos separatistas pró-Rússia.

O governo da Ucrânia e separatistas pró-Rússia apoiados por Moscou fizeram uma troca mútua de prisioneiros com base em acordo fechado este mês.

Leia também: Transmissão mostra momento em que atirador mata pessoas em igreja; veja trecho 

Segundo informes da presidência da Ucrânia e da mídia local, a troca foi realizada domingo em um posto de controle nos arredores de uma cidade do leste do país em posse dos separatistas. Forças separatistas pró-Rússia teriam libertado 76 prisioneiros e o governo ucraniano, um número similar.

No dia 9 os presidentes da Rússia e da Ucrânia reuniram-se em Paris, sob a mediação da Alemanha e da França.

Vladimir Putin e Volodymyr Zelenskyy fecharam acordo para a realização, até este fim de ano, da troca de prisioneiros resultantes do conflito entre forças do governo ucraniano e separatistas pró-Rússia.

A presidência russa informou que Putin conversou domingo por telefone com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e saudou a troca de prisioneiros como uma medida positiva.

Leia também: Advogado de Trump tentou negociar fim do governo Maduro na Venezuela, diz jornal 

Autoridades agora aguardam para avaliar o progresso do acordo para a obtenção de um cessar-fogo.

    Veja Também

      Mostrar mais