Tamanho do texto

Giuliani e o deputado Pete Sessions tentaram negociar a saída por telefone

Nicolás Maduro e Donald Trump arrow-options
Reprodução/Twitter e Official White House Photo/Tia Dufour
Nicolás Maduro e Donald Trump

O advogado do presidente norte-americano Donald Trump, Rudolph Giuliani , participou de uma negociação em segredo para tentar colocar fim ao governo de Nicolás Maduro na Venezuela, de acordo com o jornal The Washington Post

Leia também: Tiroteio em igreja nos Estados Unidos deixa dois mortos e um ferido

Giuliani telefonou para Maduro em setembro de 2018 e tentou negociar sua saída do poder. Também participou da ligação o deputado republicano Pete Sessions, que já havia visitado o presidente venezuelano em Caracas na primavera, de acordo com o porta-voz do parlamentar. 

Segundo fontes da Casa Branca, o advogado também se reuniu com o assessor de segurança nacional, John Bolton, para discutir o plano de facilitar a saída de Maduro do cargo, mas ele não concordou. 

Giuliani estava envolvido ainda em um caso similar na Ucrânia, em que pressionou autoridades locais para investigar Joe Biden, ex-vice presidente e adversário de Trump nas eleições de 2020. A polêmica acabou levando ao  processo de impeachment do presidente nos Estados Unidos.