Barham Salih
Wikipedia
Barham Salih

O presidente do Iraque, Barham Salih, apresentou nesta quinta-feira (26) sua renúncia ao cargo, após ter se recusado a aprovar um candidato para o posto de primeiro-ministro sugerido por um grupo político apoiado pelo Irã.

Leia também: Greve continua na França e impacta transporte público do país

De acordo com a imprensa local, o presidente do Iraque disse que preferiria renunciar a escolher um primeiro-ministro rejeitado por parte da população e, principalmente, pelos manifestantes que saíram às ruas nas últimas semanas pelo país.

O nome de Assad Al-Edani foi indicado pelo grupo Al Binaa. Em uma carta ao Parlamento, o presidente disse que futuro primeiro-ministro deve ser alguém que una o Iraque e evite novas divisões.

"Para evitar derramamento de sangue e preservar a paz civil, eu peço desculpas por não aceitar a nomeação de Edani como primeiro-ministro. Estou pronto para submeter minha renúncia ao Parlamento", diz o texto. Agora, o Parlamento do Iraque deve se reunir para decidir se aceita ou não o pedido de demissão do presidente. Caso aprovado, Saleh deixará o cargo.

No mês passado, em meio a uma onda de protestos, Adel Abdul-Mahdi deixou o posto de primeiro-ministro do Iraque. Os manifestantes criticavam a corrupção no governo, a qualidade dos serviços público e a possível influência política do Irã.

Leia também:  China e Turquia são os países que mais prenderam jornalistas em 2019

Ao menos 500 pessoas morreram e 20 mil ficaram feridas em confrontos com as forças de segurança nos protestos, iniciados em outubro. Os manifestantes exigem uma revisão completa do sistema político instalado em 2003 após a queda de Saddam Hussein e uma renovação da classe política do Iraque.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários