Ex-presidente boliviano se asilou no México depois de sair da Bolívia
Reprodução/Twitter
Ex-presidente boliviano se asilou no México depois de sair da Bolívia

O ex-presidente boliviano Evo Morales chegou nesta quinta-feira (12) a Buenos Aires, na Argentina, com a intenção de solicitar o status de refugiado ao novo presidente Alberto Fernández.

Leia também: Auditoria da OEA vê manipulação dolosa nas eleições da Bolívia

"Suponho que Morales veio para ficar", disse o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, membro do governo do peronista Fernández. "Foi dado asilo para entrar no país, mas agora estão firmando o pedido de refúgio, que é uma condição diferente e deve ser aprovada pelo Ministério do Interior. A diferença entre asilo e refúgio é que o último tem normas", explicou.

O ex-presidente da Bolívia publicou em seu Twitter uma mensagem na qual agradece ao México e informa sobre sua chegada na Argentina . "Há um mês cheguei ao México, país irmão que nos salvou a vida, estava triste e destruído. Agora cheguei a Argentina para seguir lutando pelos mais humildes e para unir a #PátriaGrande, estou forte e animado", escreveu. Ele disse ainda que se sentiu em casa durante o mês que passou no México.

Leia também: Bolívia emite ordem de prisão contra braço direito de Evo Morales

Morales renunciou ao poder na Bolívia após uma série de protestos populares contra suspeitas de irregularidades na eleição. Ele viajou para o México onde recebeu asilo. Evo Morales foi também para Cuba para uma consulta médica. Com a eleição de Fernández, cuja vice-presidente é Cristina Kirchner, uma aliada na América do Sul, Morales resolveu ir para a Argentina. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários