Tamanho do texto

Segundo Kumar Nayak, de 63 anos, o inusitado caso de polidactilia é de nascença e não pôde ser tratado porque sua família não tinha dinheiro

Polidactilia arrow-options
Reprodução/SWNS
Kumar Nayak tem medo de sair na rua e acabar sendo agredida por seus vizinhos

Um caso inusitado de polidactilia, uma anomalia genética que é caracterizada pela presença de um número maior do que o normal de dedos nos pés ou nas mãos, tem modificado a vida de uma mulher na Índia. Chamada de 'bruxa' por seus vizinhos, ela evita sair de casa para não sofrer com as piadas e olhares por causa de sua condição: 12 dedos em cada mão e 19 em cada pé.

Leia também: Kajuru diz que convulsão no plenário foi por conta de votação sobre 2ª instância

Segundo informações do jornal britânico Daily Mail, Kumar Nayak, de 63 anos, já nasceu com a anomalia. Moradora de Ganjam, no estado de Odishi, na Índia , ela diz que pouco sai de casa e que aprendeu a conviver com o excessivo número de dedos, principalmente nos pés, que fizeram com que ela tivesse que aprender a andar de uma forma diferente.

Questionada sobre a possibilidade de realizar uma cirurgia para a retirada dos dedos sobressalentes, ela afirmou que, por conta da falta de dinheiro de sua família, nunca pôde procurar ajuda.

"Nasci desta forma e infelizmente não podia procurar um tratamento . Venho de uma família pobre e nunca tive o dinheiro necessário para realizar o procedimento. Há 63 anos eu convivo com isso e a situação nunca se modificou. Por aqui, as pessoas têm medo de mim e acham que sou uma bruxa. Por isso, todos se mantêm afastado", disse Nayak a uma agência de notícias indiana.

Apesar de sofrer com abusos e ataques, ela conta com a simpatia de algumas pessoas que moram no mesmo bairro. "Sei que é uma condição médica e que nada disso tem a ver com as crenças das pessoas. Ela não é uma bruxa e eu fico com pena do fato de que ela nunca pôde realizar um tratamento", afirmou um dos vizinhos, que não foi identificado pela reportagem.

Leia também: Mulher é enterrada em cova rasa pelo próprio filho após ser morta pelo irmão

A polidactilia é uma condição que afeta um a cada 1000 bebês nascidos no mundo, sendo este um dos casos mais extremos da anomalia. Normalmente, que sofre desta mudança genética acaba tendo um ou dois dedos a mais. Já a cirurgia depende de cada caso, mas é sempre recomendada quando a pessoa tem de um a seis anos.