Tamanho do texto

Mulher, que não foi identificada, também causou lesões graves em outros oito pacientes; segundo investigação, ela conseguiu vaga com currículo falso

Injeção arrow-options
Pixabay
Mulher causou a morte de quatro pessoas que estavam internadas no hospital

Um caso chocante causou revolta na população da pequena Fritzlar, cidade localizada na região central da Alemanha, nesta semana. Uma mulher de 48 anos foi presa após se passar por médica de um hospital local e causar a morte de quatro pacientes.

Leia também: Por um triz! Homem cai em trilho e é salvo segundos antes da chegada de metrô

Segundo informações da CNN, a mulher, que não foi identificada, é acusada de criar um currículo falso, no qual inseriu diversas informações falsas sobre suas qualificações, o que lhe garantiu uma vaga na instituição em novembro de 2015.

Ao longo de três anos, ela atuou como assistente e realizou diversos procedimentos de forma errada, como administração de medicação incorreta, o que lesionou gravemente outros oito pacientes. Ainda assim, ela foi promovida ao cargo de médica , posição em que atuava até o momento em que foi detida.

A investigação que levou a prisão da falsa médica teve início ainda em janeiro deste ano, quando a polícia esteve no local para cumprir um mandado de busca e apreensão por causa de fraudes administrativas. Porém, ao longo do processo, a análise acabou se expandindo e os erros médicos da 'Doutora morte' foram descobertos.

Agora, os investigadores tentarão identificar se ela estava envolvida em outros casos de más práticas da profissão e se houve o consentimento de outras pessoas para que ela agisse dentro da instituição.

Leia também: Com futuro incerto, Joice anuncia vice para disputar prefeitura de São Paulo

Detida no último dia 29, a ré seguirá presa até o dia do julgamento, que deve acontecer ainda nesta semana, devido ao risco de fuga do país. Além de fraude documental, a falsa médica irá responder pelos crimes de prática ilegal de medicina e lesão corporal.