Agência Brasil

Passagem do tufão Hagibis foi uma das principais causas dos estragos
Reprodução/Twitter
Passagem do tufão Hagibis foi uma das principais causas dos estragos

O Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão informou nesta segunda-feira (28) que passa de 1,5 bilhão de dólares a avaliação dos estragos causados ao setor pelos recentes tufões no país. O mais grave foi o Hagibis .

Leia também: Incêndios na Califórnia forçam a evacuação de 180 mil pessoas

Foram danificadas, no mínimo, 8,5 mil instalações agropecuárias — reservatórios e escoadouros —, com custo estimado de reparos na casa dos 440 milhões de dólares. O total correspondente a arroz, maçãs e diversos produtos agrícolas ficou em torno de 97 milhões de dólares, afetando mais de 14 mil hectares de terras de cultivo.

Você viu?

Os estragos em estradas florestais, madeireiras e outras instalações relacionadas à silvicultura são avaliados em 320 milhões de dólares. O montante de prejuízos em portos pesqueiros e instalações de pesca equivale a 88 milhões de dólares.

Funcionários do ministério estimam que ainda haverá um aumento no total de perdas, especialmente em áreas onde ocorreu o transbordamento de rios.

Leia também: Iraque: 63 pessoas são mortas em dois dias de protestos

A conta dos estragos deixados pelo tufão Faxai em setembro chega a 468 milhões de dólares. As chuvas intensas da semana passada também provocaram grandes danos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários