Tamanho do texto

Idoso de 68 anos é o primeiro negro a ter rosto totalmente transplantado. Cirurgia foi realizada na cidade de Boston, em Massachusetts, nos EUA

transplante de rosto arrow-options
Divulgação/Brigham and Women’s Hospital
Robert Chelsea, de 68 anos, momentos antes da cirurgia de transplante de rosto que durou 16 horas e contou com uma equipe de 45 profissionais.

O idoso Robert Chelsea, de 68 anos, é o primeiro homem negro a receber um transplante total de rosto.  A cirurgia foi realizada na cidade de Boston, em Massachusetts, nos Estados Unidos. Chelsea também é o paciente mais velho que passou por este tipo de procedimento.

A cirurgia foi realizada em julho deste ano, com duração de 16 horas. Ao todo, 45 profissionais do Hospital Brigham and Women's estiveram envolvidos na operação. 

Leia mais:  Idosa de 70 anos volta à vida momentos antes da cremação

A história que levou Chelsea até o procedimento cirúrgico foi trágica. O idoso teve queimaduras em 60% do corpo após um motorista bêbado bater no carro em que ele conduzia, em uma estrada de Los Angeles, também nos Estados Unidos.

O caso aconteceu em 2013 e Chelsea precisou passar por 30 cirurgias, mas ficou com sequelas nos lábios, nariz e orelha, que não puderam ser reconstituídos. 

Em março deste ano, Robert entrou na fila de espera pela cirurgia facial.  A espera foi longa porque apenas 14% dos doadores eram negros. Após mais de um ano de espera, os médicos anunciaram que haviam encontrado um doador de órgãos compatível. 

Leia também: Manifestantes queimam livros de vencedor do Nobel da Paz na Etiópia

Transplante de rosto em primeiro homem negro arrow-options
Divulgação/Brigham and Women’s Hospital
Antes de depois de Robert Chelsea.

O idoso fez agradecimentos à família do doador, considerado por ele como 'um precioso presente', capaz de oferecer 'uma segunda chance'. 

Apesar da idade, o progresso da recuperação de Chelsea impressionou o médico responsável pelo caso, Bohdan Pomahac. O especialista também liderou equipes que realizaram o primeiro e o terceiro transplante total de rosto nos Estados Unidos.

Transplante de rosto em primeiro homem negro arrow-options
Divulgação/Brigham and Women’s Hospital
Robert ao lado do doutor Bohdan Pomahac, que comandou a equipe de cirurgia.

Agora, a expectativa é que Chelsea consiga recuperar cerca de 60% da função motora do rosto em no período de um ano após o transplante. O que significa dizer que ele vai conseguir comer, sorrir e falar normalmente com o novo rosto.