câncer de mama
Arquivo pessoal
A coloração diferente em um dos seios levantou suspeita sobre a possibilidade de um tumor.

Uma situação inusitada aconteceu dentro de uma atração turística em Edimburgo, na Escócia. Uma mulher que visitou a ‘Camera Obscura and World of Illusions’ com sua família entrou na sala com câmeras térmicas no museu e notou que um dos seus seios tinha uma cor diferente. Bal Gill, de 41 anos, viria a descobrir que aquilo se tratava de um câncer de mama. 

Leia mais: Deputada que pagava sósias para fazer prova em seu lugar é expulsa de faculdade

Os exames realizados em um consultório médico confirmaram que ela tinha um tumor no estágio inicial. O tumor só foi descoberto porque o fluxo sanguíneo e o metabolismo aumentam em função de um tumor, elevando também a temperatura da região. 

Leia também: Briga entre vespa e cobra-coral por corpo de outra cobra viraliza; assista

A imagem térmica, ou termografia, é uma ferramenta que pode ser usada por oncologistas para detecção e de tumores. 

Gill passou por duas cirurgias, que incluíram uma mastectomia. Mais um processo será necessário para  que todo o tumor seja removido. A previsão, segundo informações apuradas pela BBC, é que o novo procedimento seja feito em novembro. No entanto, procedimentos posteriores como quimioterapia e radioterapia não serão necessários. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários