Manifestação de jovens ambientalistas em Roma
Ansa/Reprodução
Manifestação de jovens ambientalistas em Roma








Estão previstos para esta sexta (27) milhares de manifestações pelas mudanças do clima em pelo menos 150 países do mundo. O movimento Fridays for Future acredita que essa é a maior manifestação pelo meio ambiente em toda a história. Países em todo o mundo organizaram mais de seis mil eventos através das redes sociais e iniciativas da sociedade civil.

Mais de 40 mil pessoas – um número recorde – manifestaram-se hoje (27) em frente ao parlamento da Nova Zelândia para lançar a greve mundial pelo clima . Ao todo, cerca de 170 mil pessoas participaram dos atos no país, o que equivale a 3,5% da população neozelandesa.

Leia também: Greta Thunberg denuncia Brasil e mais quatro países na ONU

Em Wellington, capital do país, juntaram-se crianças com uniforme escolar, adolescentes e velhos ex-combatentes. Nos cartazes , liam-se mensagens como "Nós faltamos à escola para ensinar vocês".

Michael Alspach, de 37 anos, participou da manifestação com a sua filha de 17 meses, Ella, dizendo que não seria capaz de olhar a menina nos olhos se não fizesse tudo para garantir o seu futuro .

Leia também: Donald Trump faz aparição surpresa na cúpula do clima da ONU

Segundo informações da Agência Ansa, em Milão, segunda maior metrópole da Itália, cerca de 150 mil jovens participaram do ato , que aconteceu também nesta sexta-feira (27), em mais de 160 cidades do país. Em  Roma a passeata contou com 100 mil pessoas.

"Se a humanidade não agir agora, causará danos irreversíveis à vida na Terra ", dizia um cartaz. "Alguma coisa mudou no último verão, há mais consciência", afirmou Miriam Martinelli, apelidada por jornais locais de " Greta italiana".

Leia também: Últimos 5 anos são os mais quentes da história, diz levantamento da ONU

Portugal também se mobiliza hoje pelo clima , com múltiplas iniciativas associadas a uma greve geral, às aulas, ao trabalho e ao consumo, numa tentativa de envolver a sociedade na defesa do planeta , incentivada pelos jovens.

"Boa sorte a todos os grevistas ao redor do mundo. A mudança está chegando", disse Greta Thunberg , no Twitter. A jovem sueca, que participou nesta semana de uma reunião sobre clima na ONU, liderará uma manifestação em Montreal, no Canadá.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários