Tamanho do texto

Ao menos seis vítimas estão em estado grave; suspeito está sendo procurado

Uma festa de bairro em Brownsville, no distrito do Brooklyn, em Nova York, terminou em tiroteio na noite do último sábado (28), deixando uma pessoa morta e 11 feridas, apesar do intenso policiamento na região.

Leia também: Garimpeiros invadem terra indígena e deixam ao menos um morto no Amapá

tiroteio em nova york arrow-options
Reprodução/ABC
O tiroteio aconteceu na região do Brookyn, em Nova York, e ao menos seis pessoas estão em estado grave

O tiroteio começou pouco após às 23 horas em um festival que acontece na região desde 1963 e inclui performances musicais, show de calouros e desfiles de moda. Segundo o Departamento de Polícia de Nova York (NYPD), ao menos um suspeito está sendo procurado.

A polícia ainda não sabe qual foi a motivação do tiroteio ou quantos atiradores participaram do ataque. Uma arma foi encontrada no local, mas ainda não está claro se ela foi utilizada pelos criminosos.

Um homem não identificado de 38 anos levou um tiro na cabeça e morreu no hospital Brookdale, no distrito nova-iorquino. Ao menos seis dos 11 feridos estão em estado grave.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram uma situação caótica enquanto a polícia tenta assumir o controle no local, cheio de moradores, cadeiras, mesas e recipientes de comida revirados, ambulâncias e carros de polícia.

Bill de Blasio  , prefeito da cidade e pré-candidato do Partido Democrata à Presidência, lamentou em um tuíte "o terrível tiroteio" que "destruiu um evento de bairro pacífico". "Nossos sentimentos às vítimas", escreveu. "Nós faremos tudo que estiver ao nosso alcance para manter esta comunidade segura e retirar as armas das ruas."


Leia também: Terremotos matam pelo menos 8 pessoas e ferem 60 nas Filipinas

O tiroteio eclipsa a história recente de sucesso em Brownsville, uma vizinhança historicamente bastante afetada pelo crime: desde 2018, entretanto, o número de tiroteios na região vem diminuindo. Ainda assim, as taxas de crime em outras partes do norte do Brooklyn registraram alta, contribuindo para o aumento no número de incidentes com armas de fogo em Nova York .