Tamanho do texto

Caso aconteceu em Washington, nos Estados Unidos; apesar dos ferimentos, Derrick Byrd disse não ter se importado com fogo: "Só pensava em salvá-la"

Derrick Byrd arrow-options
Reprodução/Youtube
Jovem ficou com diversas partes do corpo queimadas após encarar incêndio para resgatar a sobrinha

O jovem Derrick Byrd, de 20 anos, viveu um dia de heroísmo na última quinta-feira (4), quando resgatou uma sobrinha de apenas oito anos de idade de um incêndio que consumiu a casa em que moravam na cidade de Aberdeen, no estado norte-americano de Washington. O ato heroico rendeu ao corajoso tio queimaduras de segundo, terceiro e quarto grau.

Leia também: Ainda sob morte misteriosa, brasileira encontrada no Chile terá missa de 7º dia

Nesta semana, Byrd deu entrevista à CNN e contou como foram os momentos de tensão vividos pela família após o início do incêndio . Ele disse que, quando o fogo começou, a irmã ficou presa em um dos cômodos do segundo andar da casa com os três filhos e que correu para o lado de fora para ajudá-la a sair com as crianças pela janela.

Porém, ao perceber que a sobrinha Mercedes, de apenas oito anos, havia permanecido na casa, não teve dúvida: correu para dentro e enfrentou o fogo para chegar ao quarto e retirar a menina de lá. 

Derrick Byrd arrow-options
Reprodução/redes sociais
Recuperado, jovem deu entrevista e contou como encarou o forte incêndio para resgatar a menina


"Não me importei se estava queimando ou não. Só queria ter a certeza de que ele sairia de lá. Ela estava gritando o meu nome. Não poderia simplesmente deixá-la morrer. Voltei correndo, subi as escadas e passei pelo fogo", disse Byrd .

Ele contou ainda que segurou Mercedes no colo e colocou sua própria camiseta no rosto da sobrinha para evitar que ela inalasse a fumaça . Com isso, acabou ficando ainda mais exposto ao fogo, o que causou queimaduras mais severas em seu corpo, principalmente na região das costas.

Leia também: Manual de voo da Apollo 11 será leiloado e pode arrecadar até R$ 34 milhões

Ainda de acordo com a publicação, o Departamento de Polícia de Aberdeen estimou em cerca de R$ 1 milhão o prejuízo da família com o incêndio , que destruiu a casa e os pertences que estavam no local. Os vizinhos, inclusive, iniciaram uma campanha de arrecadação de mantimentos para ajudar Byrd e seus familiares.