Tamanho do texto

Ardi Rizal revelou que largou o vício há seis anos: "Estou feliz agora. Me sinto mais entusiasmado e meu corpo está renovado", comemorou o jovem

Rizal
Reprodução
Ardi Rizal, que fumava em torno de 40 cigarros por dia.

Após 10 anos, o programa "Domingo Show", da Record TV, relembrou o caso do bebê fumante da Indonésia. O apresentador Geraldo Luís levou ao palco o jovem, Ardi Rizal, que chocou o mundo e ficou famoso ao fumar cerca de 40 cigarros por dia, quando tinha apenas dois ano de idade.

Leia também: Vídeo mostra chacina em bar de Belford Roxo que deixou quatro mortos; assista

Durante sua participação no programa, Ardi revelou que largou o vício há seis anos e veio ao Brasil para fazer alguns exames e conhecer a praia. "O pulmão dele não tem nenhuma lesão, como câncer, tumor ou enfisema", disse o médico Antonio Sproesser, do Hospital Moriah.

"A apreensão nossa era muito grande por causa do exame, mas graças a Deus ele está bem", falou o apresentador.

Bebê fumante
Divulgação
Ardi Rizal revelou que largou o vício há seis anos

Apesar de ter largado o vício da nicotina , Ardi acabou desenvolvendo uma compulsão por comida. O garoto passou a comer alimentos gordurosos e chegava a consumir três latas de leite condensado por dia. Hoje, após reeducação alimentar, ele está vivendo uma rotina com idas à escola, faz refeições balanceadas e segue longe do cigarro. "Estou feliz agora. Me sinto mais entusiasmado e meu corpo está renovado", revelou o menino à CNN.

Leia também: Túnel de dez metros é descoberto em cadeia do Rio de Janeiro

As imagens do bebê fumando correram o mundo em 2010. Segundo a família, o primeiro cigarro foi apresentado a Ardi pelo pai dele. Um ano depois, ele já fumava uma média de 40 cigarros por dia. Na época, ocaso chamou tanta a atenção que o governo da Indonésia lançou uma campanha para ajudá-lo.