Tamanho do texto

Votação de hoje é sétima fase de eleição que começou no dia 11 de abril; Índia é a maior democracia do mundo, com 900 milhões de eleitores

Porta de colégio eleitoral na Índia
Mariana Tokarnia/Agência Brasil
As eleições na Índia levam cerca de 900 milhões de pessoas às urnas

A Índia realiza neste domingo (19) o último dia da maratona eleitoral que renovará os 543 assentos do Parlamento e definirá seu próximo primeiro-ministro.  A votação teve início em 11 de abril e aconteceu em sete datas.

Leia também: Chanceler da Áustria convoca eleições antecipadas após queda de vice

Com cerca de 900 milhões de cidadãos habilitados a votar, a Índia tem o maior processo democrático do mundo.  Ao todo, 59 circunscrições de oito estados vão às urnas neste domingo, incluindo Varanasi , curral eleitoral do premier Narendra Modi , do conservador Partido Popular da Índia (BJP), que prega o nacionalismo hindu.

Leia também: De surpresa, Cristina Kirchner anuncia que concorrerá à Vice-Presidência

No poder desde maio de 2014, ele é favorito para vencer as eleições na Índia . Seu adversário é Rahul Gandhi, do social-democrata Congresso Nacional Indiano. A contagem dos votos está marcada para 23 de maio.