Tamanho do texto

Ex-presidente da Argentina era cotada para liderar a chapa que disputará as próximas eleições e até chegou a aparecer em primeiro lugar nas pesquisas

cristina kirchner
Administración Nacional de la Seguridad Social
"Pedi a Alberto Fernández que chefie a chapa que vamos integrar: [...] e eu como candidata à vice", disse Cristina Kirchner

Em um anúncio surpresa, a senadora e ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou que concorrerá à Vice-Presidência da Argentina. Kirchner era cotada para liderar a chapa, inclusive tendo aparecido em primeiro lugar em pesquisas. Segundo ela, Alberto Fernández, que foi chefe de gabinete de seu marido, Nestor Kirchner, quando este foi presidente, será o cabeça.

Leia também: Casa Rosada e Câmara dos Deputados da Argentina sofrem ameaça de bomba

"Pedi a Alberto Fernández que chefie a chapa que vamos integrar: ele como candidato a presidente e eu como candidata à vice das próximas eleições primárias, abertas, simultâneas e obrigatórias", anunciou Kirchner  em um vídeo em suas redes sociais.

Cristina justificou a decisão como “a melhor para o povo argentino neste momento”: "A situação do povo e do país é dramática. Estou convencida que esta chapa é a que melhor expressa o que a Argentina precisa neste momento para convocar os mais amplos setores políticos e sociais", declarou.