Tamanho do texto

Presidente desistiu de ir a Nova York após polêmica com o prefeito; Bolsonaro chega a Dallas nesta quarta-feira para receber prêmio

IstoÉ

Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Jair Bolsonaro (PSL)

Ativistas brasileiros e americanos preparam novos protestos contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL) que chega a Dallas, no estado norte-americano do Texas, nesta quarta-feira (15). A visita, elaborada às pressas pelo Itamaraty, acontece dias depois de Bolsonaro cancelar uma viagem a Nova York para receber o prêmio de “Pessoa do Ano”, que seria concedido em um jantar de gala na cidade. As informações são do jornal Folha de S. Paulo .

Grupo ligados às causas das mulheres, LGBT, dos negros e indígenas organizaram manifestações e uma petição contra Bolsonaro sob o argumento de que o presidente não é bem-vindo no Texas por suas posições consideradas racistas e homofóbicas.

“A coisa mais importante sobre a petição é informar ao público texano sobre as atrocidades desse homem, e estamos conseguindo articular isso”, disse Ellen Waggoner Roeder, da Universidade do Texas.

Com a chegada do presidente aos Estados Unidos se aproximando, aliados do presidente ainda não têm detalhes da agenda e nem quem informações sobre quem vai acompanhá-lo ao Texas. Reclamações sobre uma desorganização do governo são feitas, segundo a Folha de S. Paulo.

Leia também: Prefeito de Nova York chama Bolsonaro de "homofóbico com orgulho"

A expectativa da cúpula do Itamaraty é de que Bolsonaro se encontre com o ex-presidente americano George W. Bush, mas a agenda ainda não foi confirmada oficialmente. Bush é, atualmente, um dos políticos mais críticos ao presidente Donald Trump. O único compromisso de Bolsonaro já confirmado é um almoço com empresários no World Affairs Councils, em Dallas.