Tamanho do texto

O líder venezuelano se pronunciou pelo Twitter; Maduro respondeu à afirmação de Guaidó de que as Forças Armadas teriam mudado de lado

Nicolás Maduro em foto oficial
Reprodução/Twitter
Maduro negou afirmação de Guaidó sobre militares

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro , negou na manhã desta terça-feira (30) que tenha perdido o apoio das Forças Armadas do país, conforme anunciara pela manhã o opositor e autodeclarado presidente Juan Guaidó .

Leia também: Ministro da Defesa assegura apoio de Forças Armadas a Maduro

"Nervos de Aço! Conversei com os comandantes de todas as REDI (Regiões de Defesa Nacional) e ZODI (Zonas de Defesa Integral) do país, que me manifestaram sua total lealdade ao povo, à Constituição e à Pátria. Convoco a máxima mobilização popular para assegurar a paz. Venceremos", escreveu o líder da Venezuela  em seu perfil no Twitter.

Foi o primeiro pronunciamento de Maduro desde que Guaidó divulgou um vídeo nas redes sociais anunciando que as Forças Armadas tinham se aliado à oposição , abandonando o regime.
Guaidó convocou manifestações em Caracas, que já reúnem centenas de pessoas e provocam tensão na capital. Há relatos de ao menos uma pessoa ferida. Ainda não se sabe se o apoio militar a Guaidó é verdade, nem qual sua dimensão.