Tamanho do texto

Papa se reuniu com cabeleireiros do Comitê de São Martinho de Porres, santo padroeiro dos profissionais de estética, que estão em peregrinação

Papa Francisco
Divulgação/Vaticano
Papa Francisco pede que cabeleireiros evitem a "tentação da fofoca"


O papa Francisco se reuniu nesta segunda-feira (29) com cabeleireiros e recomendou que eles evitem "ceder à tentação da fofoca". De acordo com o pontífice, a ação que se tornou comum na profissão, só leva ao mau.

Leia também: Líderes mundiais falam sobre atentado que deixou mais de 100 mortos no Sri Lanka

"Incentivo vocês a exercitarem a profissão com estilo cristão, tratando os clientes com gentileza e cortesia, oferecendo uma palavra amiga e um encorajamento, mas evitando ceder à tentação das fofocas que facilmente são insinuadas nos seus ambientes de trabalho, como todos nós sabemos", disse o argentino Jorge Mario Bergoglio, papa Francisco.

O Papa se reuniu com cabeleireiros do Comitê de São Martinho de Porres, santo padroeiro dos profissionais de estética, que estão em peregrinação por Roma. Também nesta segunda, o líder católico relembrou o dia de Santa Catarina de Siena, padroeira da Itália e da Europa, e fez um apelo para que a santa "ajude neste momento difícil" do continente.

Leia também: Papa diz que quem rejeita homossexuais "não tem coração"

"Ela trabalhou tanto pela união da Igreja, rezava tanto, trabalhava tanto. Rezemos pela Igreja, que ajude a união da Igreja, que ajude a Itália neste momento difícil e que ajude toda a união da Europa", disse o papa na missa matinal na Casa Santa Marta, no Vaticano.