IstoÉ

Sainte-Marthe-sur-le-Lac ficou inundada após o rompimento de um dique vegetal
Reprodução/Twitter/StaySaif
Sainte-Marthe-sur-le-Lac ficou inundada após o rompimento de um dique vegetal

Mais de seis mil pessoas de uma cidade ao oeste de Montreal foram evacuadas de emergência entre a noite de sábado (27) e de domingo (28) após o rompimento de um dique, em um momento em que as importantes cheias que afetam o leste do Canadá já superam o recorde anterior de 2017.

Leia também: PSOE vence eleições na Espanha, mas sem maioria para governar

Um dique vegetal que protegia a cidade de Sainte-Marthe-sur-le-Lac , no Canadá , na beira do Lago das Duas Montanhas, cedeu no sábado à noite, provocando uma cheia súbita de cerca de um metro e meio, afetando vários bairros sem causar vítimas, de acordo com a polícia.

“Não tivemos tempo de fazer nada (…) apenas tempo para tomar meus remédios”, diz um morador à rede pública Rádio Canadá.

Centenas de policiais, militares e bombeiros evacuaram cerca de 2,6 mil residências na noite do sábado para domingo. Outras evacuações foram realizadas neste domingo, explica um porta-voz da Segurança de Quebec. No total, mais de dois terços da população da cidade precisou seu deslocada, e dois abrigos foram abertos.

Você viu?

Leia também: Semana tem fim do prazo para declarar imposto de renda e possível greve no Metrô

O primeiro-ministro, Justin Trudeau, que viajou a Ottawa junto a seu filho no sábado, estimou no domingo que estas inundações obrigam o governo a acelerar sua luta contra a mudança climática.

Estas cheias “ressaltam a importância para nós de lutar contra a mudança climática, para atenuar os impactos dos acontecimentos climáticos extremos”, disse em coletiva de imprensa junto a seu homólogo japonês Shinzo Abe.

“Tudo vai bem, felizmente ninguém ficou ferido, também não há desaparecidos”, disse o sargento Daniel Thibodeau.

Após estas evacuações , as autoridades de Quebec deram um novo balanço das inundações: cerca de oito mil pessoas foram evacuadas nas últimas duas semanas, e cerca de seis mil casas estão inundadas.

Leia também: Brasileira é eleita deputada no Parlamento espanhol: “Sou cabra da peste”

Mais de 1, 7 mil militares foram mobilizados em Ontário, Quebec e New Brunswick. As inundações causaram a morte de um septuagenário cujo veículo caiu na água perto de Pontiac, ao oeste de Ottawa, no Canadá .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários