Tamanho do texto

Caso aconteceu após caçador entrar ilegalmente em parque na África do Sul para perseguir rinoceronte; guardas acharam somente o crânio e as calças

undefined
Reprodução/CreativeCommons/Frédéric Bisson
Agentes encontraram crânio e calças de caçador, após ele ter sido devorado por leões

Um caçador ilegal morreu pisoteado por um elefante e logo depois foi devorado por leões, enquanto perseguia um rinoceronte no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. O comunicado foi dado nesta segunda-feira (8) pelo Departamento de Parques (SanPark), que abriu uma investigação para apurar o acontecido.

Leia também: Homem é atacado por leão 'de estimação' e morre no quintal de casa

A família do caçador informou que foi notificada da morte do homem por cúmplices que haviam entrado no local para perseguir o rinoceronte na noite da última terça-feira (2). Segundo o porta-voz do SanPark, Isaac Phaahla, a família alertou a direção do parque nacional, que enviou guardas para procurar o corpo do caçador, porém somente o crânio e as calças foram encontrados, dois dias depois, na quinta-feira (4).

Leia também: Filhote de leopardo é encontrado dentro de bagagem em aeroporto na Índia

Após analisar o local onde os restos mortais do caçador foram encontrados, os agentes levantaram a possibilidade de que, após ser pisoteado por um elefante , um bando de leões havia devorado o corpo do homem, deixando apenas o crânio e as calças.

O diretor do parque, Glenn Phillips, lamentou o ocorrido, porém alertou para a ilegalidade do caçador. “Entrar no Parque Nacional Kruger ilegalmente e a pé não é sábio, ele contém muitos perigos e este incidente é uma prova disso. É muito triste ver as filhas lamentando a perda de seu pai, e pior ainda, só conseguindo recuperar muito pouco de seus restos mortais.”

Leia também: STF decide que animais podem ser sacrificados em cultos religiosos

Os quatro cúmplices do caçador foram detidos e devem comparecer nesta semana a uma audiência com um juiz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.