Tamanho do texto

"Guerra do leite" eclodiu na Sardenha, onde milhares de litros de leite de ovelha foram jogados na estrada; bombeiros buscam tornar vias transitáveis

Produtores italianos jogam leite na rua em protesto pela queda no preço da bebida; manifestantes bloquearam vias
Reprodução/Il Messagero
Produtores italianos jogam leite na rua em protesto pela queda no preço da bebida; manifestantes bloquearam vias

Com um preço mediano de R$ 3 por litro, o leite é um item de muito valor na mesa dos brasileiros. O mesmo acontece na Itália, país em que a culinária típica é criada e explorada a partir do chamado latte (o nome da bebida em italiano). Porém, com a queda no preço da bebida na indústria alimentícia italiana, produtores da Sardenha saíram às ruas para protestar.

Leia também: Servidores quebram grades e vidraças em protesto na Câmara de SP; GCM reage

Os produtores bloquearam diversas estradas da ilha em uma manifestação contra a queda no preço do leite , que é vendido para a indústria por cerca de 60 centavos de euro por litro. Na manhã deste sábado (9), os manifestantes interromperam o tráfego nos dois sentidos da rodovia 131, principal artéria da Sardenha e que conecta Cagliari com Sassari.

Outros bloqueios foram registrados nas demais estradas da região, como a 125, em Ogliastra, e a 129, em Orotelli. Em todas elas, os produtores jogaram milhares de litros da bebida no asfalto, em sinal de protesto. Em vídeos e fotos, é possível perceber a grande quantidade de bebida desperdiçada.

De acordo com o jornal Today.it , os produtores acreditam que é melhor desperdiçar o líquido do que vendê-lo para as indústrias de processamento, que agora pagam apenas "trocados" pelo material. A situação está sendo considerada tão insustentável que a imprensa tem chamado o caso de " guerra do leite ".

Ainda hoje, um grupo de manifestantes até tentou impedir os jogadores do Cagliari de saírem do centro de treinamento do clube, que enfrentará o Milan neste domingo (10), em Milão, pela Série A do campeonato italiano. "Assim, estará escrito nos jornais que a partida foi adiada não pela neve ou pela chuva, mas por um protesto contra os industriais", disse um dos manifestantes.

Leia também: Coletes amarelos retomam protestos na França no primeiro fim de semana de 2019

Após negociações, a situação se resolveu: alguns atletas do Cagliari esvaziaram garrafões de leite na rua em sinal de solidariedade. Um dos jogadores que participaram das tratativas foi o brasileiro João Pedro.

Por sua vez, os produtores e organizações agrícolas pedem por uma ação imediata do governo da Itália . Afinal, eles afirmam que o preço do leite caiu de 85 centavos de euro por litro da última temporada para os 60 centavos da temporada atual.

Leia também: "Eu estou solto e Lula está preso, babaca", diz Ciro em ato da UNE em Salvador

As indústrias de processamento negam qualquer acordo. Mas o ministro de Políticas Agrícolas da Itália, Gian Marco Centinaio, já anunciou que deve viajar à Sardenha na semana que vem para conversar com os pastores. Enquanto isso, milhares de litros de leite já foram desperdiçados.

* Com informações da Agência Ansa.