Tamanho do texto

Equipes de resgate dizem não terem perdido a esperança e torcem para que menino de dois anos que caiu em poço seja protegido por "anjo da guarda"

Cerca de 100 bombeiros trabalham para retirar menino de 2 anos que caiu em poço
Reprodução/ Twitter Bomberos AB
Cerca de 100 bombeiros trabalham para retirar menino de 2 anos que caiu em poço

O resgate de um menino de dois anos que caiu num poço de cerca de 100 metros de profundidade na região de Totálan, no sul da Espanha , já dura quase 100 horas ininterruptas. As equipes de resgate dizem não terem perdido as esperanças e, a partir de agora, estão mobilizadas para cavar dois túneis que possam levar os bombeiros até onde se encontra o pequeno Julen.

O acidente aconteceu no início da tarde do último domingo (13), enquanto a criança brincava em terreno próximo ao local onde seus pais almoçavam. Tropas do 112 (número europeu de emergências), dos bombeiros, da Proteção Civil, da Equipe de Resgate e da Intervenção em Montanha foram mobilizadas para trabalhar na escavação do poço .

Após a fracassada tentativa de perfurar o poço de 25 centímetros de diâmetro em que o menino de apenas 11 quilos caiu, os técnicos envolvidos no resgate iniciaram a construção de uma plataforma que ajudará na escavação de dois túneis: um na vertical, paralelo ao poço, e outro na horizontal.

Leia também: Vice-presidente norte-coreano negociará novo encontro entre Trump e Kim Jong Un

Empresas privadas do país também se moveram para fornecer máquinas e ajudar a localizar o menino dentro do poço
Reprodução/ La Vanguardia
Empresas privadas do país também se moveram para fornecer máquinas e ajudar a localizar o menino dentro do poço

O delegado do Colégio dos Engenheiros de Minas do Sul da Espanha , Juan López-Escobar, afirmou que essa é uma operação delicada, que exige dias de trabalho e não horas. O delegado ainda assegurou à imprensa espanhola que nunca havia enfrentado um caso “tão extremo” quanto ao de Julen.

O que mais preocupa as equipes que participam da operação é a instabilidade do terreno em que o trabalho está sendo realizado. Além disso, a previsão de chuva para os próximos dias deixa as tropas em alerta para evitar que a água caia nos túneis e atrapalhe a escavação. Para isso, uma patrulha de mineração da região das Astúrias trabalhará manualmente com picaretas para que galerias sejam escavadas pelo terreno.

Porém, segundo López-Escobar, os meios e os equipamentos de resgate não falharam e ainda há esperanças de que Julen seja encontrado. “Esperamos que o anjo da guarda esteja protegendo a criança ”, disse.

Leia também: Theresa May se sustenta no cargo de premiê apesar de fracasso por Brexit

Da mesma forma, na segunda-feira (14), o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, compartilhou no Twitter uma mensagem de apoio à família que está sendo acompanhada por uma equipe de psicólogos desde que o menino caiu no  poço . “Todo meu apoio aos pais e equipes de emergência que estão participando do resgate. Vamos manter a esperança no melhor resultado”, escreveu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas