Tamanho do texto

Julen brincava próximo ao buraco, quando caiu na tarde deste domingo (13); equipes trabalham ininterruptamente há mais de 24 horas para cavar poço

Cerca de 100 bombeiros trabalham para retirar menino de 2 anos que caiu em poço
Reprodução/ Twitter Bomberos AB
Cerca de 100 bombeiros trabalham para retirar menino de 2 anos que caiu em poço

Um menino de dois anos de idade já está há mais de 24 horas preso em um profundo e estreito poço na região de Totalán, em Málaga, no sul da Espanha. O acidente aconteceu no início da tarde deste domingo (13) e, desde então, cerca de 100 bombeiros trabalham ininterruptamente para retirar a criança do buraco.

Leia também: Homem invade palco na Polônia e mata prefeito a facadas

Julen brincava em um terreno durante o almoço, quando caiu no  poço de apenas 25 centímetros de diâmetro e 100 metros de profundidade. O pai da criança foi quem acionou a Guarda Civil e tropas do 112 (número europeu de emergências), dos bombeiros, da Proteção Civil, da Equipe de Resgate e da Intervenção em Montanha foram mobilizadas para trabalhar na operação. Além disso, empresas privadas do país também se moveram para fornecer máquinas e ajudar a localizar o menino.

Até agora, um saco de guloseimas e um copo foram encontrados perto do poço, porém, de acordo com o porta-voz da Guarda Civil, Bernardo Molto, não há evidências claras de que os objetos pertencem à criança. Até agora, 75 metros foram perfurados e o menino ainda não foi encontrado.

Leia também: "Agora sei que vou para a prisão", diz Battisti ao chegar à Itália após 40 anos

Molto também contou à emissora espanhola Antena 3 que, caso esta primeira opção de perfurar a terra não dê certo, outras duas ainda podem ser colocadas em prática: realizar um furo paralelo sem afetar o poço ou cavar um campo aberto até que se atinja o local onde o menino se encontra.

O que preocupa as autoridades é a grande complexidade trabalho devido às características do terreno. Quanto mais as equipes perfuram o solo, mais terra cai no buraco.

"Ninguém está preparado tecnicamente para resgatar um corpo em um espaço tão estreito", afirmou a subdelegada do governo em Málaga, María Gámez. Apesar disso, a subdelegada confirmou que o trabalho não será interrompido enquanto o garoto não for localizado.

Leia também: Presidente da Assembleia Nacional  da Venezuela é detido após peitar Maduro

O presidente do governo da Espanha , Pedro Sánchez, compartilhou no Twitter uma mensagem de apoio à família que está sendo acompanhada por uma equipe de psicólogos desde que o menino caiu no poço . “Todo meu apoio aos pais e equipes de emergência que estão participando do resgate. Vamos manter a esperança no melhor resultado”, escreveu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.