Tamanho do texto

Cena ocorreu logo depois do presidente da Argentina encerrar seu discurso; republicano chegou a lembrar que fez "negócios" com a família de Macri

Cena ocorreu logo depois do presidente da Argentina encerrar um de seus discursos durante encontro do G20
Reprodução/ Clarín
Cena ocorreu logo depois do presidente da Argentina encerrar um de seus discursos durante encontro do G20

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ficou irritado com a tradução simultânea do espanhol para o inglês durante encontro com seu o presidente argentino, Mauricio Macri, e jogou o fone de ouvido no chão, em Buenos Aires, durante Cúpula do G20  nesta sexta-feira (30).

A cena ocorreu logo depois de Macri encerrar um de seus discursos no G20. "Eu entendi você melhor em seu idioma do que a tradução", disse o republicano após retirar o aparelho e jogar no chão da Casa Rosada, sede do governo argentino.

Segundo o jornal "Clarín", Trump chegou a lembrar que fez "negócios" com a família de Macri e que o pai do argentino é "muito bom amigo" dele. "Nós nos conhecemos muito, vamos falar de temas que beneficiam os dois países, comércio, compras de material militar", afirmou.

Durante a reunião, os dois líderes conversaram sobre temas comerciais e de crescimento econômico, a relação com a China e a situação da Venezuela, revelaram fontes dos governos.

"Foi uma conversa de cerca de 50 minutos em um clima extremamente cordial onde se falou fundamentalmente do marco de relações bilaterais entre Argentina e Estados Unidos", detalhou o ministro de Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie.

Leia também: Trump diz que pessoas inteligentes como ele não creem nas mudanças climáticas

Sarah Sanders, secretária de Imprensa da Casa Branca, destacou no seu Twitter a excelente reunião de Trump com Macri sobre "comércio, China, crescimento econômico e Venezuela". De acordo com ela, houve ainda questões de comércio e o acesso de produtos argentinos ao mercado americano e produtos americanos à Argentina.

A cúpula, que reúne as maiores economias mundiais, teve início nesta sexta-feira (30) em Buenos Aires, na Argentina. O encontro, que termina neste sábado (1º) é o décimo do tipo, dado que a primeira cúpula foi em 2008.

Leia também: 'Bebê Trump' ressurge em protesto contra a cúpula do G20 na Argentina

Há uma década, a reunião aconteceu em meio às discussões sobre a crise financeira que começou no mercado imobiliário norte-americano. O intuito da criação do grupo era justamente estimular a união dos países do G20 , para ultrapassar a crise.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.