Tamanho do texto

Arthur Medici é natural de Vila Velha, Espírito Santo, e estudava em Boston há dois anos; praia onde ocorreu incidente não registrava ataques há 80 anos

Arthur Medici, de 26 anos, foi vítima de ataque de tubarão nos EUA neste sábado (15)
Reprodução/Facebook Arthur Medici
Arthur Medici, de 26 anos, foi vítima de ataque de tubarão nos EUA neste sábado (15)

O estudante Arthur Medici, de 26 anos, morreu após um ataque de tubarão na baía de Cape Cod, no parque nacional Newcomb Hollow Beaching, nos Estados Unidos, nesse sábado (15). A identidade do estudante foi identificada hoje (16) pelas autoridades do país. Medici, que é natural do Espírito Santo, morava nos EUA há dois anos, onde fazia faculdade.

Leia também: Surfista sobrevive após ser atacado por tubarão branco de quase cinco metros

Segundo o site Hollywood Life, Arthur estava surfando na praia de Boston, acompanhado do irmão da namorada, quando o repentino ataque de tubarão aconteceu. Os amigos do capixaba descrevem-no como “uma pessoa doce e humilde, que estava fazendo o que mais gostava na vida nos momentos antes de morrer”.

O Parque Nacional de Cape Cod revelou que por volta das 12h30 locais de ontem (cerca de 13h30 em Brasília), Medici foi derrubado da prancha de surf pelo animal. Logo depois do incidente, o estudante foi socorrido e levado para a costa, onde socorristas realizaram os primeiros-socorros na espera pela ambulância.

Leia também: Pescador é resgatado por helicóptero após ser atacado por tubarão; veja o vídeo

Algumas pessoas que estavam na praia também tentaram parar o sangramento fazendo um torniquete no local atacado, mas, infelizmente, Medici acabou falecendo posteriormente, já no Hospital Cape Cod, em Hyannis.

De acordo com o site, a praia foi fechada após o ataque e testemunhas disseram que a cena mortal parecia algo “saído de filme”. 

Leia também: Cuidador morre após ser atacado por tigre dentro de jaula em zoológico na China

Embora haja um aviso da possível presença de tubarões na praia, o ataque fatal foi o primeiro em 80 anos. Muitos moradores da região dizem que nadam sem medo na água, já que são muito raros casos como este. Algumas testemunhas disseram que Medici teria chutado o animal antes de ser atacado nas pernas, mas ainda não foi divulgada nenhuma declaração oficial sobre os detalhes das lesões de Medici.

Não havia nenhum salva-vidas no local no momento do ataque de tubarão , porque, supostamente, só trabalham na praia durante a temporada de verão, que já acabou. O corpo de Arthur Medici deve chegar ao Brasil na próxima semana. Ainda não há informações sobre o enterro da vítima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.