Tamanho do texto

Tubarão da espécie Lamna nasus ficou preso na rede de pesca e arrastado até o navio, onde mordeu um dos pescadores que tentava devolvê-lo ao oceano

Equipe da guarda costeira foi enviada ao local e deu o primeiro atendimento à vítima do tubarão antes do helicóptero
Reprodução/Mirror
Equipe da guarda costeira foi enviada ao local e deu o primeiro atendimento à vítima do tubarão antes do helicóptero

Os guardas costeiros da região britânica Newquay, na Cornualha, tiveram que usar um helicóptero para resgatar um pescador que foi mordido por um tubarão. Segundo informações do Agência Marítima e Guarda Costeira do Reino Unido, o homem foi atacado dentro do navio onde estava trabalhando na manhã do último domingo (13).

Leia também: Homem é surpreendido por nuvem de pólen ao cortar árvore nos EUA; assista

O jovem foi mordido por um tubarão , da espécie Lamna nasus , depois que o animal ficou preso na rede de pesca do navio. Ele foi arrastado para dentro da embarcação, e enquanto os pescadores tentavam jogá-lo de volta ao mar, um deles foi atacado. A vítima e seus companheiros de trabalho acionaram a guarda costeira, que chegou até o local e deu assistência, cobrindo o ferimento.

Tais medidas, porém, não foram suficientes, e por isso, um helicóptero foi designado para resgatar o pescador. “A equipe fez um excelente trabalho ao cobrir as feridas antes da nossa chegada, o que significou que fomos capazes de economizar tempo para levá-lo até o Hospital Treliske”, declarou o paramédico Julian Williams. Assista ao vídeo com todos os momentos do resgate aéreo:


Segundo declarou Alex Grieg, oficial sênior das operações da Marinha, o homem ainda está internado, se recuperando da mordida .

Ataque de tigre na China

Em outro caso de ataque animal, um cuidador de 50 anos, cujo nome não foi divulgado, morreu após ser atacado por um tigre no sul da China . De acordo com informações do  Daily Mail , o homem trabalhava em um zoológico e, enquanto limpava a jaula do animal, sofreu o ataque.

A vítima estava dentro da jaula junto de um colega, que também trabalha no zoológico Bear & Tiger, na província de Guangxi, na tarde da terça-feira (8). Em determinado momento, o outro cuidador teve que sair do local e, em seguida, um tigre atacou o homem, que não resistiu aos ferimentos .

O estabelecimento confirmou a morte do funcionário, e uma mulher que também trabalha no zoológico disse ao Pear Video que “é verdade, um de nossos empregados foi atacado até a morte”. O policial Huang Tibiao, do Departamento de Engenharia Florestal da região, explicou que já existe uma investigação em andamento sobre o caso.

Leia também: Fenômeno da bioluminescência deixa água do mar brilhante na Califórnia; entenda

Com cerca de 1,3 mil tigres de diferentes espécies, como tigres siberianos e de bengala, o Bear & Tiger está fechado para reformas desde novembro do ano passado. Diferente do caso do tubarão , não foi divulgada qual a espécie do animal responsável pela morte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.