Coreia do Norte classificou a atitude dos EUA nas últimas conversas sobre seu programa nuclear como
Divulgação/White House
Coreia do Norte classificou a atitude dos EUA nas últimas conversas sobre seu programa nuclear como "lamentável"

A Coreia do Norte classificou a atitude dos Estados Unidos nas últimas conversas sobre seu programa nuclear como "lamentável" e "extremamente preocupante". O objetivo inicial da reunião para os americanos era estabelecer uma agenda detalhada para o processo de desnuclearização “completa, verificável e irreversível” .

Segundo a KCNA, agência estatal da Coreia do Norte , o "caminho mais rápido" para alcançar uma península coreana livre de armas nucleares seria por meio de uma abordagem gradual em que ambos os lados tomassem medidas ao mesmo tempo em um comunicado citando um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

No entanto, a declaração dos norte-coreanos contradiz a versão dada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, poucas horas antes. Ele disse que houve progresso durante sua visita de dois dias a Pyongyang. A reunião de Pompeo foi a primeira desde a cúpula de Donald Trump e Kim Jong-un em Cingapura.

De acordo com a agência estatal norte-coreana, os EUA se opuseram ao  espírito da cúpula ao pressionar unilateralmente o país a abandonar suas armas nucleares. "Antecipamos que o lado norte-americano viria com uma ideia construtiva, pensando que receberíamos algo em troca", disse o comunicado norte-coreano.

Você viu?

"Grande progresso" com a Coreia do Norte

Um dos principais objetivos dos dois dias de reuniões de Pompeo era firmar o compromisso da desnuclearização norte-coreana. Ele conheceu Kim Yong-chol, amplamente visto como o braço direito do líder norte-coreano Kim Jong-un.

Pompeo não entrou em detalhes sobre as negociações, mas disse que discutiram longamente um cronograma para o desarmamento, incluindo a destruição de uma instalação de testes de motores com mísseis.

Leia também: Acordo de paz entre os EUA a Coreia do Norte causa preocupação ao Japão

"Essas são questões complicadas, mas fizemos progressos em quase todas as questões centrais, em alguns lugares um grande progresso, em outros lugares ainda há mais trabalho a ser feito", disse ele. Kim Jong-un prometeu trabalhar para a desnuclearização da Coreia do Norte , mas detalhes sobre como isso será alcançado permanecem escassos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários