Sintomas graves começaram a gerar alerta para envenenamento por agente nervoso, segundo informam autoridades
Reprodução/Twitter Steven Morris
Sintomas graves começaram a gerar alerta para envenenamento por agente nervoso, segundo informam autoridades

A polícia contraterrorismo da Inglaterra iniciou uma investigação nesta quarta-feira (4) sobre o que aconteceu a um casal de Wiltshire, internado em estado crítico, que pode ter sido exposto a um agente nervoso.  Segundo o jornal britânico The Guardian , Dawn Sturgess e Charlie Rowley estavam em uma casa em Amesbury quando passaram mal.

Leia também: Após dois meses internado, ex-espião russo envenenado recebe alta do hospital

A princípio, autoridades acreditaram que os dois estariam sofrendo uma overdose por causa do uso de drogas, mas depois os sintomas começaram a gerar alerta na polícia e em médicos locais sobre a possibilidade de envenenamento por um agente nervoso . O casal, ambos por volta dos 40 anos, estão internados no hospital do distrito de Salisbury, confirmou um porta-voz da polícia.

Para confirmar se o casal foi envenenado por uma substância tóxica, uma amostra foi enviada ao laboratório do setor de Defesa do país, segundo fontes de Whitehall confirmaram ao The Guardian. “Está próximo de dizermos se o incidente é relacionado a drogas ilegais ou a algo ‘mais sinistro”, disseram.

Ataque com agente nervoso não seria direcionado

Para confirmar se o casal realmente foi exposto ao agente nervoso, amostra foi enviada ao laboratório do setor de Defesa
Reprodução/The Sun
Para confirmar se o casal realmente foi exposto ao agente nervoso, amostra foi enviada ao laboratório do setor de Defesa

Para os oficiais, o casal internado não teria sido atingido por um ataque de maneira direcionada. O porta-voz da primeira-ministra Theresa May afirmou que o governo está acompanhando todas as atualizações do caso. “Esse é um incidente que vem sido tratado com a maior seriedade”, destacou.

Leia também: Ex-espião russo foi intoxicado por agente químico; May ameaça boicote à Copa

Sam Hobson, de 29 anos, é amigo do casal e disse acreditar que eles tenham sido envenenados. Segundo ele conta, na manhã do sábado, Sturgess começou a passar mal e foi levado para o hospital, e logo depois Rowley também se abateu. “Foi terrível, eu vi como estava, parecia um zumbi quando foi socorrido e levado para tratamento”, relembra.

Você viu?

Ele ainda confirmou que os dois estão em uma área isolada do hospital, mas tem recebido informações regularmente sobre o estado de saúde dos amigos. “Pensaram que fosse drogas primeiramente. Mas agora acreditam se tratar de outra coisa”, finalizou.

Hobson citou que esteve com os dois amigos na sexta-feira, dia anterior ao início dos sintomas. “Nós permanecemos nos Lizzy Gardens – no Queen Elizabeth Gardens – perto do rio, na sexta. Estávamos tomando drinks e nos divertindo ao sol”, lembra.

Depois disso, o casal foi a uma série de lojas, incluindo uma farmácia, para comprar tintas para seus cabelos para torcer pela seleção de futebol da Inglaterra, além de uma loja de celulares e uma loja para comprar bebidas alcoólicas. Também compraram comida.

Segundo informou o jornal , a filial da rede de farmácia e cosméticos na cidade de Amesbury foi fechada nesta quarta-feira. Policiais são vistos em toda a área – tanto de Amesbury quanto de Salesbury, onde estão recebendo tratamento.

Leia também: May expulsa 23 diplomatas russos como retaliação após envenenamento de ex-espião

Vizinhos do casal demonstraram preocupação acerca do caso. “As pessoas pensaram que fosse algum acidente com gás. Agora, não sabemos mais o que pensar. É muito preocupante, meus filhos brincam no jardim o tempo todo”, disse uma britânica.

Sergei e Yulia Skripal permaneceram semanas no hospital distrital de Salisbury, onde foram tratados por suspeita de exposição ao agente nervoso “novichok”. O governo britânico acusou Moscou de estar por trás do ataque contra o ex-agente russo e a filha.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários