Tamanho do texto

Menino com menos de um mês de vida foi encaminhado para um abrigo nas proximidades, integrando os altos números de crianças abandonadas no país

O menino recém-nascido foi encontrado pelos funcionários do mercado na manhã seguinte, junto de uma mala com roupas e leite
Reprodução/Daily Mail
O menino recém-nascido foi encontrado pelos funcionários do mercado na manhã seguinte, junto de uma mala com roupas e leite


Um bebê com menos de um mês de vida foi abandonado dentro de uma bolsa em um mercado da cidade de Sanshui, na China. De acordo com informações do Daily Mail , os pais do recém-nascido brigaram, entraram no local na madrugada da última quarta-feira (30) e deixaram duas malas ao lado de uma barraca de vegetais: uma continha roupas e leite, enquanto a outra escondia a criança.

Leia também: Erupção de vulcão deixa ao menos 25 mortos e centenas de feridos na Guatemala

Um vídeo mostrou toda a ação dos pais, que foi seguida pela descoberta da criança pelos vendedores que trabalham no mercado. Na manhã do dia seguinte, eles chegaram para abrir o estabelecimento, quando começaram a ouvir barulhos de choro vindos de uma das malas. Quando abriram a bolsa, ficaram chocados ao encontrar um menino  recém-nascido.

“O bebê estava chorando muito alto, mas quando ele nos viu, parou na hora”, um dos vendedores disse à imprensa local. Eles ficaram com a criança até a chegada da polícia, que encaminhou o menino para o abrigo Xinan Welfare Home no mesmo dia.

O caso está sendo investigado e pode sofrer modificações caso o casal entre em contato com a instituição. “Esperamos que os pais falem com a polícia e levem a criança de volta”, explicou um porta-voz do abrigo , ao mesmo tempo que um dos funcionários do mercado condenou a atitude. “Esses pais são muito cruéis, se você decide ter um filho, tem que ser responsável por ele”, declarou.

Leia também: Que tiro foi esse? Agente do FBI erra passo de dança e atira sem querer em homem

O grave problema do abandono infantil na China

O abandono de crianças é considerado crime no país asiático e pode ser punido com a pena de mais de cinco anos de prisão. Isso porque é a questão é recorrente na China , sendo uma das maiores preocupações do governo atual, mesmo que o número de bebês abandonados tenha diminuído desde 2005.

Leia também: Homem cai de asa-delta em floresta e fica com tronco de árvore preso no braço

Estima-se que os orfanatos recebam cerca de 10 mil crianças abandonadas, como o menino recém-nascido deixado no mercado de Sanshui, todos os anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.