undefined
Reprodução/Twitter
Terminando a graduação na Universidade do Tennessee, Brenna Spencer publicou uma foto em apoio ao presidente Trump


A jovem Brenna Spencer, de 22 anos, causou polêmica nas redes sociais ao publicar uma foto para celebrar a sua formatura na faculdade. Na imagem, ela aparece com uma arma em sua calça enquanto veste uma blusa com os dizeres “mulheres por Trump”, dois elementos que fizeram a sua postagem no Twitter viralizar.

Leia também: Avião militar da Argélia cai perto da capital e deixa mais de 200 mortos

A foto foi publicada no último sábado (7), e com a legenda “eu não tiro fotos normais de formatura…”, ela já obteve mais de 85 mil curtidas e quase 13 mil retuítes. Isso porque a declaração de apoio ao presidente Donald Trump , junto da presença da arma, fizeram com que muitas pessoas começassem a se manifestar, contra ou a favor, a posição de Spencer.

Em entrevista para a ABC News , a estudante do último ano da Universidade do Tennessee, na cidade de Chattanooga, explicou que o seu objetivo com a imagem era de “mostrar quem eu sou como pessoa”, e que nunca imaginou que a publicação chegaria ao ponto de viralizar nas redes. “Eu tento não ler os comentários, para ser honesta”, declarou. “Eu já sei que estou recebendo muito ódio”.

Umas das respostas em questão foi a do usuário  @osellr,  que disse ser a favor das armas, por mais que não concorde com a foto de Spencer. Ele acredita ser estúpido posar com uma arma  para "tentar parecer legal" e, como resposta, a jovem explicou que seu objetivo com a fotografia era mostrar que ela tem orgulho da segunda emenda da Constituição, que garante à população americana o direito de ter armas, e que também quer "empoderar outras mulheres".




Leia também: Argentino 'peladão' é visto em posto de gasolina com vibrador preso no reto

Discussões sobre a frase "mulheres por Trump"

Por mais que a maior parte dos comentários parabenize a mulher por suas posições políticas, outro aspecto muito discutido sobre a foto de Spencer diz respeito a frase estampada em sua blusa. Ao mostrar apoio ao atual presidente dos Estados Unidos e defender o empoderamento de mulheres, a graduanda foi considerada incoerente por muitos internautas que participaram da polêmica.

Leia também: 'Preciso pegar minhas cabeças', diz mulher presa após decapitar o namorado

A usuária  @Cated73 , por exemplo, escreveu: "eu não concordo em apoiar mulheres de forma cega só porque elas são mulheres. Apoiadoras de Trump  não poderiam se importar menos com os direitos das mulheres".

    Leia tudo sobre: Donald Trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários