Tamanho do texto

Todos os 26 passageiros e as seis pessoas que compunham a tripulação da aeronave morreram no acidente; Rússia nega que avião tenha sido abatido

Avião russo caiu na Síria deixando mais de 30 mortos nesta terça-feira; Defesa do país diz que aeronave era militar
Reprodução/Vitally Ankov/Sputnik News
Avião russo caiu na Síria deixando mais de 30 mortos nesta terça-feira; Defesa do país diz que aeronave era militar

Um avião russo caiu, na manhã desta terça-feira (6), na Síria. De acordo com as agências internacionais, as 32 pessoas que estavam a bordo da aeronave militar – sendo 26 passageiros e seis membros da tripulação – morreram.

Leia também: Caça israelense em operação contra o Irã é abatido pela Síria

O acidente aconteceu por volta das 15h de Moscou, às 9h no horário de Brasília, no momento em que o avião russo aterrissava, na base aérea militar de Hmeymim, na província síria de Latakia.

De acordo com o governo da Rússia, está descartada a possibilidade da aeronave ter sido vítima de um ataque. As primeiras informações indicam ainda que o avião de prefixo An-26 deve ter sofrido uma falha técnica.

O caso já está sendo investigado pelas autoridades locais. O Ministério de Defesa russo confirmou que o avião era de transporte militar.

Hoje, a Rússia é considerada a principal aliada do presidente sírio, Bashar Al-Assad, na guerra que já dura quase sete anos no país.

Ainda segundo as fontes internacionais, os russos mantém base aérea de Hmeimim na Síria desde agosto de 2015.

Avião comercial caiu em fevereiro

No mês passado, um avião comercial, com 71 pessoas a bordo caiu nas proximidades de Moscou, a capital da Rússia . No episódio, todas as pessoas a bordo também morreram no acidente, segundo confirmou em nota a Procuradoria Inter-Regional de Transportes de Moscou. 

O avião de prefixo An-148 havia decolado de Moscou para a cidade de Orsk, perto da fronteira com o Cazaquistão, com 65 passageiros e seis tripulantes a bordo. Minutos após decolar do aeroporto de Domodedovo, no entanto, a aeronave sumiu dos radares.

De acordo com a agência russa Sputnik , o avião russo foi encontrado em um campo na região de Ramenskoe, perto de Moscou. O ministro dos Transportes russo disse que as investigações sobre o acidente são amplas e que são consideradas ainda as possibilidades de influência do mau tempo e até mesmo de falha humana.

Leia também: Rebeldes derrubam avião militar russo e capturam piloto na Síria