Tamanho do texto

Acidente aconteceu em frente ao restaurante da família; testemunhas e policiais garantem que o pai não sabia que a vítima estava perto do carro

Criança de dois anos morreu atropelada pelo próprio pai em frente ao restaurante da família, em Shrospshire
Google Street View
Criança de dois anos morreu atropelada pelo próprio pai em frente ao restaurante da família, em Shrospshire

Uma criança de apenas dois anos foi morta depois de ser atropelada pelo próprio pai, em frente ao restaurante da família, em Shrospshire, no oeste da Inglaterra , nesta quinta-feira (21).

Leia também: Sequestrada e 'escravizada' em outro país, mulher reencontra mãe 40 anos depois

A polícia ainda está investigando o acidente fatal que resultou na morte do menino – que não teve o nome divulgado. Porém, garante que a morte da criança foi decorrente de uma tragédia.

"Quando a nossa equipe chegou, encontramos um garoto em parada cardíaca sendo socorrido por pedestres após um atropelamento", disse um porta-voz do Serviço de Ambulância de West Midlands.

"O pessoal da ambulância rapidamente assumiu os esforços de ressuscitação da vítima e, na cena do acidente, continuou o resgate", disse.

"Tragicamente, nada poderia ser feito para salvar o menino e ele foi confirmado morto na cena", encerrou o enfermeiro.

Leia também: Homem queima e mata suas duas esposas porque "elas não agradavam sua mãe"

De acordo com o Daily Mail , que noticiou o caso, o pai da vítima ficou totalmente devastado. Dono do restaurante Friends, especializado em peixes, ele se recolheu em casa assim que a morte foi confirmada.

'Foi breve'

Em meio às testemunhas, está uma amiga da família, Maria Downes, que estava dirigindo próximo do local no momento do atropelamento.

"Eu estava a alguns segundos do restaurante. Nem percebi o que tinha acontecido", disse ela. "Agora, infelizmente, fiquei sabendo da tragédia".

Maria afirma que chegou a ver o amigo dirigindo o próprio carro, mas mal notou que o menino estava na frente do automóvel.

"Não ouve uma batida, nem mesmo uma aceleração. Não foi excesso de velocidade... Enfim, é muito mais trágico do que podemos imaginar. Foi breve", testemunhou.

Investigação delicada

Embora o acidente tenha que ser investigado, o processo é muito delicado por se tratar de uma tragédia familiar.

A inspetora-chefe Alison Davies, da polícia de Mercia, disse que a região ficou bloqueada durante toda a quinta-feira. O acidente aconteceu por volta das 11h. 

Leia também: Youtuber 'insulta' narcotraficante em vídeo e é morto com 15 tiros dentro de bar

"Agora, os oficiais da polícia estão apoiando a família da criança e nossos pensamentos estão com eles neste momento difícil", disse. "Além disso, estamos apelando para qualquer um que possa ter testemunhado a colisão para se apresentar", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.