Tamanho do texto

Uma pessoa morreu ao tentar escapar do fogo; clima seco e ventos fortes contribuíram para a formação dos cinco grandes incêndios no sul do estado

Quem seguia pela rodovia interestadual 405, que corta o sul da Califórnia e passa pela região central de Los Angeles (LA), na noite desta quinta-feira (7), se deparou com uma cena que parecia de filme: colinas inteiras em torno da estrada em chamas. O incêndio Skirball [veja vídeo abaixo] como foi chamado pelos Bombeiros, consumiu mais de 190 hectares e destruiu 18 prédios e casas, até esta sexta-feira (8), além de ter assustado quem passava pela via expressa mais movimentada dos Estados Unidos , de acordo com autoridades de tráfego do país.

Leia também: Com 726 mil presos, Brasil supera Rússia e é o 3º com maior população carcerária

Mas mesmo assim, o Skirball é o menor dos seis grandes incêndios que atingem toda a região sul da Califórnia desde a última segunda-feira (4), causados pelo tempo seco e ventos que vem do Oceano Pacífico. De acordo com o Departamento de Proteção contra o Fogo (Cal Fire, em inglês), até agora foram consumidos mais de 64 mil hectares de vegetação, inclusive dentro de áreas urbanas, em muitos pontos. Além disso, pelo menos 240 casas e prédios foram destruídos e ao menos sete pessoas ficaram feridas.


Quase 200 mil pessoas foram ordenadas a evacuar suas casas nos condados de Los Angeles, Ventura e San Diego, e nenhum dos grandes incêndios já foi ou tem previsão de serem contidos.

LA é a segunda maior cidade dos Estados Unidos, com 18 milhões de habitantes em sua região metropolitana. Já San Diego, mais ao sul da Califórnia, quase na fronteira com o México, é uma metrópole de mais de 3 milhões de pessoas.

O presidente norte-americano, Donald Trump , aceitou, nesta sexta,  a declaração de emergência do estado feita pelo governador Jerry Brown. Isso permite que o governo federal possa financiar auxílio no combate às chamas e de apoio à população local.

Mais chamas

Em amarelo, os seis incêndios que atingem o sul da Califórnia; relativamente pequeno, no centro, o Skirball, que atingiu Los Angeles; no alto, à esquerda, o Thomas
Reprodução/US Geological Survey
Em amarelo, os seis incêndios que atingem o sul da Califórnia; relativamente pequeno, no centro, o Skirball, que atingiu Los Angeles; no alto, à esquerda, o Thomas

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos já alertou que ventos fortes e clima seco devem durar durante todo o fim de semana e irá enviar mensagens de celular para os moradores das áreas mais afetadas, com os dizeres “Ventos forte durante a noite criam um perigo de incêndio extremo. Fique alerta. Ouça as autoridades”. Os Bombeiros e autoridades locais também divulgam números de emergência e pedem que moradores deixem suas casas, se já não o fizeram por ordem expressa, caso se sintam em perigo.

O incêndio Thomas começou na segunda (4) no condado de Ventura e, sozinho, consumiu mais de 53 mil hectares
Reprodução/Twitter
O incêndio Thomas começou na segunda (4) no condado de Ventura e, sozinho, consumiu mais de 53 mil hectares

Veja também: Ataque com espada samurai em templo japonês deixa ao menos três mortos

Até agora somente uma morte foi registrada, a de um homem que morreu em um acidente de carro ao tentar fugir do Thomas, o maior de todos os incêndios no estado, que atinge o condado de Ventura, imediatamente ao norte de Los Angeles. O anúncio foi feito pelos Bombeiros, que continuam o trabalho contra as chamas, que não tem data para acabar.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.