Tamanho do texto

Ataque deixou ao menos duas pessoas em estado grave e foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico; autoridades não se pronunciaram

Ataque realizado em Surgut, no interior da Rússia, foi atribuído ao grupo terrorista Estado Islâmico
Reprodução
Ataque realizado em Surgut, no interior da Rússia, foi atribuído ao grupo terrorista Estado Islâmico

Um homem deixou oito pessoas feridas neste sábado (19) após um ataque com uma faca na cidade de Surgut, localizada a cerca de 2.100 km ao noroeste de Moscou, capital da Rússia. De acordo com informações da agência de notícias EFE , autoridades locais afirmam que o agressor deixou vítimas em diversos níveis de gravidade, momentos antes de ser morto a tiros pela polícia.

Leia também: Mercosul não reconhece decisão que tira poderes do Congresso venezuelano

Segundo o jornal britânico Daily Mail , o ataque realizado na Rússia deixou ao menos duas pessoas em estado grave. O ato teria sido realizado por Bobichel Abdurakhmanov, de 23 anos, descrito por autoridades como um morador da região. 

Um comunicado atribuído ao Estado Islâmico, divulgado no aplicativo de mensagens Telegram, informou que "uma fonte de segurança afirmou à Amaq (rede de notícias associada ao grupo jihadhista) que o autor do esfaqueamento na cidade russa é um soldado do Estado Islâmico".

Leia também: Menino de 3 anos e turistas de 34 países: veja as vítimas do ataque em Barcelona

Relatos de moradores da cidade apontam o número de vítimas seria maior, já que mais de um agressor estaria envolvido com os ataques, indicando a possibilidade de um atentado terrorista. As informações, no entanto, não foram confirmadas pela polícia. "A versão de que o ataque foi um ato terorista não é a principal", disse o ministro do interior russo. Com cerca de 350 mil habitantes, Surgut é a maior cidade da área autônoma de Khanty-Mansi.

Menos de 24 horas

O caso é parecido com o ataque a facadas realizado nesta sexta-feira (18) por um jovem marroquino na Finlândia. O ato deixou dois mortos e oito feridos na cidade de Turku, localizada a cerca de 140 quilômetros a oeste da capital, Helsinque. A polícia prendeu o suspeito pelo crime após uma troca de tiros. Segundo autoridades finlandesas, não há buscas por outros envolvidos no incidente.

Leia também: Cármen Lúcia manda investigar salários pagos a juízes em todo o Brasil

Além de Finlândia e Rússia, um outro ataque deixou ao menos um morto e um ferido nesta sexta-feira na cidade de Wuppertal, na Alemanha. As autoridades locais não confirmaram os possíveis motivos do ataque, mas relatos publicados no Twitter indicam que o ataque teria sido realizado após uma discussão em frente a uma estação ferroviária. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.