Tamanho do texto

Joel Davis foi morto após ser atingido por um tiro no dia 9 de julho, e não conseguiu terminar de construir a casinha que era o grande sonho da menina

Depois de policial morrer em serviço, 35 colegas se reuniram e entregaram a casa na árvore para sua filha
Reprodução/Oficial Jack Keller
Depois de policial morrer em serviço, 35 colegas se reuniram e entregaram a casa na árvore para sua filha

Um agente da polícia dos Estados Unidos, Joel Davis, queria construir uma casa na árvore para sua filha caçula. Porém, o policial morreu antes que pudesse completar a construção, não terminando de realizar o sonho da menina – e o seu.

Leia também: Da Vinci alienígena? Pintor escondeu ET no quadro da Mona Lisa, diz vídeo

Davis, de 36 anos, foi morto após ser atingido por um tiro no último dia 9 de julho, enquanto atendia um chamado de socorro por violência doméstica, no condado de Jefferson, no estado de Colorado. O policial faleceu poucos dias depois do aniversário de 13 anos de sua filha. Mas, a história triste instigou 35 oficiais de Nova York, que se uniram para realizar o grande sonho da menina e, finalmente, terminar a construção da casa na árvore .

Nesta semana, eles foram até a casa onde o Davis vivia com a mulher e os três filhos e terminaram o serviço, entregando uma linda casinha para Jaila. Segundo o portal “New York Up State”, tanto policiais ativos quanto aposentados participaram da construção – e o grupo permaneceu durante um dia inteiro na tarefa. Muitos deles eram amigos do policial morto.

Leia também: Cansado do trânsito de Munique, homem resolve nadar para chegar ao trabalho

A casa de Jaila está próxima de uma árvore alta e frondosa, e possui janelas, uma escada e até mesmo um deck enfeitado por luzes. Quando os 35 policiais terminaram o serviço, a menina subiu até lá e aprovou o trabalho bem feito.

A morte de Davis

O policial estava investigando um caso de violência doméstica na cidade de Theresa quando foi morto no início deste mês. O caso, segundo o portal norte-americano, é o de um homem chamado Justin Walters teria assassinado sua esposa Nichole Lum Walters na entrada de sua casa, segundo os soldados. Nichole, de 27 anos, era mãe de uma criança.

Leia também: Britânico destrói Ferrari de R$ 800 mil comprada uma hora antes de acidente

Quando Davis se aproximou da casa, chegou a relatar aos colegas que ouviu disparos. Depois disso, não conseguiu se comunicar com outros soldados e foi morto por Walters. O criminoso também atirou e feriu Rebecca Finkle, amiga da esposa.

Walters foi acusado de assassinato em primeiro grau e em segundo grau. Ele está preso na prisão do condado de Jefferson, e não pode ser liberado com o pagamento de fiança. Enquanto isso, a filha do policial morto por ele brinca na casa da árvore, onde estendeu uma bandeira dos EUA.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.