Tamanho do texto

Segundo a polícia da cidade de Little Rock, uma discussão teria desencadeado o tiroteio no prédio, com a suspeita de vários "participantes"

O tiroteio aconteceu na Power Ultra Lounce, uma casa noturna bastante próxima do capitólio do estado de Arkansas
Reprodução/CNN - 01.07.2017
O tiroteio aconteceu na Power Ultra Lounce, uma casa noturna bastante próxima do capitólio do estado de Arkansas

A polícia do estado de Arkansas, nos Estados Unidos , afirmou que 17 pessoas ficaram feridas durante um tiroteio no início da manhã deste sábado (1º) após uma briga em uma casa noturna do centro da cidade de Little Rock.

Leia também: Médico abre fogo em hospital de Nova York;  pelo menos um morto e cinco feridos

O chefe da polícia da cidade ainda disse que os oficiais suspeitam de que o incidente envolve o disparo de diversas armas. Além disso, não existe suspeita de que seja um evento de terrorismo. O tiroteio aconteceu na Power Ultra Lounce, uma casa noturna que está localizada em um prédio de dois andares, próximo do capitólio do estado.

De acordo com as informações do “The Guardian”, a polícia bloqueou o local, enquanto os técnicos reúnem provas na cena do crime, tanto dentro quanto fora do clube. É possível ver vidros quebrados na calçada, que era da janela do segundo andar, com copos de bebidas vazios.  

“Não acreditamos que o incidente tenha sido um tiroteio ativo, ou mesmo um ataque terrorista. Parece que aconteceu uma briga durante o show”, afirmou o departamento de polícia local em mensagem no Twitter.

Leia também: Nevada é o sétimo estado dos EUA a permitir venda e consumo de maconha

As autoridades de segurança de Little Rock ainda afirmaram que as 17 vítimas estão vivas e que uma pessoa, que estava em condições críticas, teve o quadro melhorado e está estável. “Um é muito. Dezessete é muito alarmante e certamente perturbador”, destacou o chefe da polícia Kenton Buckner. “Alguma espécie de disputa aconteceu entre as pessoas que estavam no interior do prédio, então temos provavelmente vários suspeitos” pelo tiroteio, completou.

O incidente deste sábado acontece na sequência de uma semana violenta na capital do estado de Arkansas, embora não haja nenhum fato que relacione os casos.

O prefeito de Little Rock, Mark Stodola, escreveu no Facebook que mais informações serão divulgadas em uma coletiva de imprensa no sábado à tarde. “Meu coração está quebrado esta manhã, minhas orações estão com as vítimas desta tragédia”, disse. “Estamos empenhados em fazer todo o possível para trazer segurança para a nossa cidade. Precisamos que todos ajudem”, completou o político.

Leia também: Em nova polêmica, Trump chama apresentadora norte-americana de "louca"

Em maio, uma pessoa morreu e seis pessoas ficaram feridas durante um tiroteio em massa em um show na cidade de Jonesboro, aproximadamente 185 quilômetros a nordeste de Little Rock. Nesse caso, dois homens foram acusados ​​de assassinato.