Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente
ESTADÃO CONTEÚDO
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , exonerou os responsáveis pelo comando do Instituto Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) nos estados do Amazonas, Paraíba, Tocantins e Bahia, todos nesta quarta-feira (9). As demissões acontecem no mesmo dia em que o  Deter (Detecção de Desmatamento em Tempo Real) emitiu relatório mostrando que o mês de março teve recorde de desmatamento na Amazônia.

Segundo consta no  Diário Oficial da União (DOU), a saída do cargo dos quatro servidores foi feita “a pedido” de cada um deles. Para Tocantins, o substituto já foi escolido: Luiz Carlos Fernandes substituirá o posto que era de Flavio Luiz de Souza Vieira. Os demais ainda não foram escolhidos.

No  Amazonas  foi exonerado Rezende Guimarães Filho e, na Bahia, Rodrigo Santos Alves. Na Paraíba, quem deixa o cargo é Arthur Martins Marques Navarro.

Segundo o Estadão , o ministro julga que Rodrigo Santos Alves, responsável pela Bahia, teria agido de maneira incoerente com as diretrizes do Ibama, visto que teria suspendido multas aplicadas aos proprietários de um hotel de luxo por terem promovido construções sobre a areia na Praia do Forte, em Salvador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários