Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD
Jorge William/Agência O Globo - 29.03.2022
Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, iniciou nesta semana uma série de conversas com lideranças regionais do partido e sinalizou a desistência de lançar uma candidatura própria ao Palácio do Planalto. No Rio, terça-feira, Kassab e o prefeito Eduardo Paes (PSD) conversaram sobre liberar os estados para fazer palanques com diferentes presidenciáveis.

O movimento frustra o PT, do ex-presidente Lula, que vem costurando apoios a candidatos do PSD em estados como Minas Gerais e Pernambuco na expectativa de fechar uma coligação nacional já no primeiro turno, algo que desagrada uma ala do partido.

Já conhece o canal do Último Segundo no Telegram ? Entre e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

Nas próximas semanas, Kassab deve reunir-se com os senadores Otto Alencar, da Bahia, e Omar Aziz, do Amazonas. Ambos já vinham manifestando apoio à candidatura presidencial de Lula, com aval da cúpula do PSD, mesmo quando o partido ensaiava ter candidato.

Sem um candidato próprio à Presidência, desejo inicial de Kassab, e com palanques estaduais liberados, o PSD tende a se aproximar de Lula em até 12 estados. Em seis, por outro lado, incluindo colégios eleitorais como Goiás e Paraná, a sigla pode se alinhar ao presidente Jair Bolsonaro.

Kassab deve desistir de uma candidatura própria do PSD ao Palácio do Planalto e como atuam Lula e o PT para angariarem apoios de políticos do PSD para palanques estaduais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários