Doria: volta às aulas presenciais em São Paulo balizará retorno pelo Brasil
Reprodução/Flickr
Doria: volta às aulas presenciais em São Paulo balizará retorno pelo Brasil

João Doria (PSDB), governador de São Paulo , anunciou - em conjunto com o secretário de educação, Rossieli Soares - que o retorno às aulas presenciais obrigatórias no estado - com início marcado para próxima segunda-feira (18) - poderá influenciar governos e prefeituras a retomar o modelo de ensino. "Muito importante essa decisão, pois ela baliza o Brasil todo", afirmou o mandatário.

"Isso é muito importante. São Paulo, desde 2020, tem sido protagonista em retornar com as aulas, com atividades [escolares] desde o dia 8 de setembro. Adquirimos uma experiência muito grande, aprendemos muito com isso", explicou o secretário.

Segundo Doria, a medida tornou-se viável graças ao avanço no controle da pandemia. "Educação em São Paulo é prioridade, como a decisão que anunciamos através do secretário de educação, Rossieli Soares, de voltar às aulas integralmente nas escolas públicas - municipais e estaduais - e também nas escolas privadas. E por quê? Controle da pandemia. Aumento da vacinação, queda de internações e queda de óbitos também".

Como determinação da secretaria, o distânciamento social de um metro entre as carteiras continuará obrigatório até o dia 3 de novembro. A medida impactará 3,5 milhões de alunos que encontram-se distribuídos em quase 5,5 mil escolas.


O Governo do estado de São Paulo já havia liberado o retorno das aulas presenciais com 100% de ocupação no início de agosto, desde que houvesse um 'revezamento' entre grupos de estudo nas unidades de ensino. A presença dos alunos, porém, era facultativa e dependia da autorização dos pais e responsáveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários