Comitê Especial recomenda retorno pleno das aulas presenciais no Rio de Janeiro
Reprodução: iG Minas Gerais
Comitê Especial recomenda retorno pleno das aulas presenciais no Rio de Janeiro

O Comitê Especial de Enfrentamento à covid-19 (CEEC) da  Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro recomendou o retorno pleno das aulas presenciais em todas as unidades de ensino públicas ou particulares, nos diferentes níveis de educação. A decisão foi debatida em uma reunião na última terça-feira (05), e os especialistas levaram em consideração a melhora do cenário epidemiológico no município, com menor taxa de transmissão e hospitalizações pela doença, além do avanço da cobertura vacinal da população.

Para uma volta segura às escolas, a prefeitura manteve o uso obrigatório de máscaras de proteção e a maior ventilação possível nos ambientes. As salas de aula poderão retornar às suas configurações iniciais, recuperando a capacidade de estudantes que recebiam no período anterior à pandemia. Os casos de evasão escolar devem ser apurados por busca ativa de alunos, que devem ser atraídos novamente à rotina de estudos.

Em nota, a Associação Brasileira de Educação Infantil (Asbrei) declarou que apoia a decisão do Comitê Científico. "Todos os profissionais da Educação estão vacinados. As escolas da Educação Infantil, desde a retomada das atividades presenciais, há um ano, seguem rigorosamente todos os protocolos sanitários.

Os alunos da Educação Infantil já foram muito prejudicados, em função do longo período em que as escolas permaneceram fechadas. Além disso, a interação é um dos pilares da Educação Infantil, essencial para o desenvolvimento completo das crianças", afirmou o vice-presidente da Asbrei, Frederico Venturini.

Leia Também

Réveillon e grandes eventos

Também na reunião desta terça, o Comitê deliberou sobre a realização de celebrações de fim de ano e de grandes eventos em 2022. Condicionadas ao avanço do cenário epidemiológico favorável e da continuidade da adesão do carioca à vacinação, festas como o Réveillon e o Carnaval poderão ocorrer sem medidas restritivas como distanciamento e uso de máscaras.

A Riotur publicou hoje no Diário Oficial, as empresas vencedoras que ficarão responsáveis pela organização do Réveillon na cidade. A empresa SRCOM-SR Promoções Culturais teve seu projeto aprovado pela Comissão de Avaliação e Seleção das Propostas do Caderno de Encargos e Contrapartidas e ficará responsável pela realização, organização, produção e captação de patrocínio para o evento na Praia de Copacabana, na Zona Sul.


Quantos aos eventos realizados em palcos espalhados pela cidade, três empresas apresentaram suas propostas, mas apenas a Donna Produções Culturais e a Lu Araújo Produções Artísticas foram aprovadas para pôr em prática seus projetos, juntamente com a Comissão da Riotur. As empresas terão até o dia 31 de outubro para apresentar os patrocinadores oficiais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários