Ministro da Educação Milton Ribeiro
Catarina Chaves/Ministério da Educação
Ministro da Educação Milton Ribeiro

Um requerimento foi aprovado nesta quinta-feira (02), pela Comissão de Educação do Senado para ouvir Milton Ribeiro, ministro da Educação , sobre declarações pelo acesso limitado às universidades e contra a inclusão de crianças com deficiência em sala de aula.

Em entrevista para a TV Brasil, o ministro afirmou que as universidades deveriam ser um "espaço para poucos"e que hoje o Brasil tem "uma série de advogados e engenheiros dirigindo Uber por falta de colocação no mercado de trabalho."

Durante outra entrevista, o ministro também afirmou que " crianças com deficiência atrapalham os colegas de classe ". Esta fala repercutiu na Política Nacional de Educação Especial (PNEE) — política pública do Ministério da Educação que tem como norte o incentivo à matrícula de pessoas com deficiência em escolas segregadas.

Após críticas, Milton Ribeiro se arrependeu durante o programa Roda Vida. Ao vivo, o ministro pediu muitas desculpas, disse que sua fala foi muito equivocada e assumiu sua responsabilidade.

Em outra ocasião, Ribeiro também afirmou que era contra o "inclusivisimo", no mesmo dia que o STF (Supremo Tribunal Federal) recebeu instituições para discutir a Política Nacional de Educação Especial, que entre outras medidas, sugere que crianças deficientes devem estudar em classes ou escolas especiais.

As falas do ministro foram consideradas como um retrocesso nas políticas de inclusão e discriminatório , por abrir brechas para que as escolas recusem estudantes com esse perfil. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários