O senador bolsonarista Marcos Rogério (DEM-RO), vice-líder do governo no Congresso, exonerou o seu asessor Marcelo Guimarães Cortez Leite. O comunicado foi feito após Leite ser alvo de uma ação de busca e apreensão da Polícia Federal, em uma operação chamada "Alcance". 

Segundo a PF, o agora ex-assessor de Marcos Rogério é suspeito de participar de um esquema criminoso de tráfico de drogas em Porto Velho (RO). Ainda de acordo com a Polícia Federal, o grupo teria transportado uma tonelada de cocaína para Fortaleza (CE) e recebido R$ 1,5 milhão em duas semanas. 

Senador responde

Marcos Rogério se pronunciou na tarde desta quinta-feira (02) em seu Twitter. O parlamentar se disse "surpresso" e afirmou que não teve informações sobre o possível crime praticado por seu assessor. No entanto, por causa das investigações, resolveu exonerá-lo. 


"Fui surpreendido com a notícia de busca e apreensão na casa de um dos meus assessores, lotado no escritório de Porto Velho (RO). Não tenho informações sobre a existência de ilícito, mas em decorrência das investigações decidi exonerá-lo, aguardando esclarecimentos dos fatos", disse o senador. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários